Zidane revela desejo em ser técnico da França: 'Não terminei com a seleção'

Zidane revela desejo em treinar a seleção francesa (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)


Em entrevista ao jornal francês "L'Équipe", que irá ao ar nesta quinta-feira, Zinedine Zidane deixou clara sua intenção de assumir a seleção francesa. O ex-camisa 10 dos "Les Bleus" falou sobre seus planos para o futuro e que quer concluir sua história com a equipe nacional de seu país.

- Não terminei com a seleção - disse Zidane.

O ex-técnico do Real Madrid foi cotado para assumir equipes como PSG e Manchester United, mas não deseja assumir outro cargo que não seja o de comandante da seleção de seu país. O presidente do clube parisiense Nassr Al-Khelaifi disse em entrevista ao jornal espanhol "Marca" que não tentou falar com Zidane.

+ Técnico pede, e Neymar entra na mira de gigante do futebol italiano

A única coisa que o mantém um pouco mais longe da seleção é o fato de Deschamps estar consolidado no cargo de treinador após vencer a Copa do Mundo de 2018 e a Nations League em 2021, o que inviabiliza uma eventual saída. Contudo, é possível que o capitão da equipe campeã do mundo em 1998 encerre seu ciclo no comando da França após o Mundial de 2022, abrindo espaço para Zidane.

+ Yuri Alberto, James Rodríguez… Listamos 20 astros viáveis que seu time poderia tentar

O presidente da Federação Francesa de Futebol Noel Le Graet disse que Zidane pode um dia assumir o cargo.

- Ele chegará à seleção um dia. Quando? Não sei - disse Le Graet.

O ex-meia foi herói no primeiro título mundial da França, em 1998 ao marcar dois gols na final contra o Brasil. Zidane completa 50 anos na próxima quinta-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos