De volta ao Corinthians, saiba como foram as temporadas do zagueiro Balbuena na Europa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O zagueiro paraguaio Fabián Balbuena chegou ao Brasil na tarde da última sexta-feira (15), para acertar o seu retorno ao Corinthians.

+ Veja renda de todos os jogos do Timão na Neo Química Arena em 2022

Aos 30 anos de idade, o defensor retorna ao clube alvinegro quatro anos mais velho e tendo a experiência de ter atuando em uma das maiores ligas do mundo.

Ainda que Balbuena venha do Dínamo de Moscou, da Rússia, o zagueiro deixou o Timão em 2018 para vestir a camisa do West Ham, da Inglaterra, que disputa a Premier League.

Fabian Balbuena
Fabian Balbuena

Balbuena defendeu o West Ham em três temporadas (Foto: IAN KINGTON/AFP)

Há quatro temporadas, o clube inglês pagou diretamente ao Corinthians a multa rescisória do atleta, que era de 4 milhões de euros (R$ 18 mi, na cotação da época).

Na equipe de Londres, no entanto, Balbuena nunca foi o cara. Ele chegou fazendo jus ao investimento dos hammers, foi titular durante quase todo o primeiro turno da Premier League, mas uma lesão no joelho sofrida ainda no primeiro tempo de um jogo contra o Watford o tirou de combate por dois meses.

O paraguaio perdeu 14 jogos na sua primeira temporada no West Ham por conta dessa primeira lesão e retornou no time sub-23 para recuperar a sua forma física.

Quando voltou à ‘equipe de cima’ comeu banco em três partidas, mas foi titular dos últimos seis jogos no Campeonato Inglês, atuando em todos durante os 90 minutos.

RECOMEÇO NO WEST HAM

A temporada 2019/20 trazia forte expectativa para Fabián Balbuena, que pretendia se firmar no West Ham, livre das lesões. No entanto, logo a primeira rodada da Premier League derrubou o castelo de areia construído pelo defensor paraguaio.

O zagueiro foi pivô da goleada por 5 a 0 sofrida pelo Manchester City, em pleno London Stadium. Balbuena não jogou bem e na rodada seguinte foi substituído pelo italiano Angelo Ogbonna.

Por volta da décima rodada da competição nacional, o então ex-corintiano retomou a posição, primeiramente colocando Ogbonaa novamente na reserva e depois formando dupla com o italiano, tirando o espaço do francês Issa Dioup.

Foram nove jogos consecutivos disputado por Balbuena como titular, sendo oito da Premier League e um da FA Cup, até que o espanhol Manuel Pellegrini foi demitido do comando do West Ham no fim de 2019.

No lugar, foi contratado o inglês David Moyes, que, após o seu terceiro jogo à frente dos hammers, barrou o defensor paraguaio, que voltou à reserva.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

ÚLTIMO ANO NA INGLATERRA

Na sua última temporada de contrato com o West Ham, Fabián Balbuena até recuperou o prestígio com Moyes, retomou a titularidade logo no início do ano esportivo, mas na virada entre 2019 e 2020 voltou a ficar no banco de reservas.

Já era sinal de que o time de Londres havia decidido não estender o seu vínculo.

Balbuena ficou cerca de seis meses podendo assinar pré-contrato com outro clube. No período, foi titular em um jogo da Copa da Inglaterra, entrou no segundo tempo de uma partida contra o Leicester, pela Premier League, e chegou até compor o time sub-23 dos hammers.

A despedida foi melancólica foi pela 33ª rodada do Campeonato Inglês, em uma derrota como mandante para o Chelsea em que o defensor foi expulso nos 10 minutos finais. Foi a última partida de Fabían pelo West Ham.

FUTURO NA RÚSSIA

Inicialmente, o paraguaio, então com 29 anos, gostaria de se manter em um grande centro do futebol europeu, mas não conseguiu.

A proposta mais vantajosa à época foi do Dínamo de Moscou. Naquele momento, os primeiros flertes para um retorno ao Corinthians já havia iniciado, mas o atleta optou por jogar mais um tempo na Europa.

Ao jogador foi apresentado um projeto de equipe que gostaria de brigar pelo título russo e disputar os torneios continentais nos anos seguintes. O contrato firmado com o Dínamo foi até junho de 2025.

Em sua primeira, e então única, temporada pelo clube russo, Balbuena foi titular em boa parte da temporada e esteve ativo nas campanhas do vice-campeonato da Copa da Rússia e terceira colocação na Liga Russa.

Segundo Fábio Aleixo, jornalista brasileiro radicado na Rússia e que acompanha o futebol local, Balbuena estava bem no Dínamo, e o clube disputou a taça com o campeão Zenit até as rodadas finais, perdendo força quando o título já estava decidido, terminando na terceira posição.

– Muito boa a passagem do Balbuena no Dínamo. Chegou com status de titular e foi titular sempre. Era peça central na zaga. O Dínamo foi um time que até cinco temporadas do fim brigou pelo campeonato com o Zenit. Terminou em terceiro mais porque na reta final perdeu a motivação depois que o campeonato – comentou Aleixo em contato com o LANCE!.

Balbuena Dinamo Moscou
Balbuena Dinamo Moscou

Balbuena fez 31 jogos pelo Dínamo de Moscou (Foto: Reprodução / Twitter Balbuena)

O jornalista salientou que as qualidades do defensor na época da primeira passagem pelo Corinthians, entre 2016 e 2018, seguem a mesma, principalmente na parte do jogo aéreo, mas deixou claro que a velocidade contra jogadores mais velozes acaba comprometendo o zagueiro.

– Continua sendo muito seguro, muito firme, bom no jogo aéreo, tanto defensivo, quanto ofensivo, mas se pega um atacante com um pouco mais de velocidade ele sofre, não no mano a mano, mas principalmente em contra-ataques. Não pode deixar ele muito exposto – disse Fábio Aleixo.

Em relação a parte física, Aleixo acredita que Balbuena chega em forma, já que fez 31 jogos pelo Dínamo de Moscou na última temporada e também realizava pré-temporada com o clube russo.

– Chega em ótima forma, terminou bem o campeonato, fez as férias, mas estava treinando atpé a semana passada com o Dínamo. Mas chega totalmente em forma, fazer uns treinos para se acostumar ao esquema de jogo, mas já chega para brigar por posição de titular, com condições totais para ser escalado. Uma boa contratação do Corinthians – destacou o jornalista.

O motivo da saída de Balbuena do Dínamo de Moscou foi a guerra entre Rússia e Ucrânia, que ocorre desde fevereiro. A família do defensor o pressionou para a saída, e o atleta utilizou de um mecanismo inserido pela Fifa que permite que jogadores que atuem nos países da zona de conflito suspendam os seus vínculos e acerte com outros clubes até junho de 2023.

O paraguaio atuará pelo Timão durante o período. Após o fim deste vínculo, a diretoria corintiana terá que conversar com a equipe russa caso queira ter o zagueiro em definitivo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos