De virada, Grêmio vence o Vasco, que chega a sete derrotas seguidas como visitante na Série B

Vasco não conseguiu segurar a pressão do Grêmio na Arena (RICARDO RIMOLI/LANCEPRESS)


Em jogo muito movimentado, o Grêmio levou a melhor sobre o Vasco, de virada, por 2 a 1, na tarde deste domingo, na Arena, em confronto direto no G-4 da Série B. Depois de Léo Matos abrir o placar no começo do jogo, Bitello e Thaciano garantiram a vitória do Tricolor, que chegou aos 50 pontos. Enquanto isso, o Cruz-Maltino chegou a sua sétima derrota seguida como visitante e parou nos 45 pontos.

Na próxima sexta-feira, o Vasco recebe o Náutico, às 19h, em São Januário, pela 30ª rodada. Um pouco depois, às 21h30, o Grêmio visita o Novorizontino.

+ Confira a classificação da Série B

COMEÇO QUENTE
Quem esperava uma pressão do Grêmio logo no começo da partida se surpreendeu com um Vasco um pouco mais organizado e tentando sair para o jogo. Assim, o Cruz-Maltino conseguiu abrir o placar logo aos 3'. Após boa jogada pela esquerda, Marlon Gomes ajeitou a bola para trás e Léo Matos chegou finalizando forte, marcando um golaço. Mas não demorou para o Tricolor buscar o empate. Aos 9', Bitello ficou com uma sobra na entrada da área e, livre, bateu colocado. A bola desviou em Quintero e foi parar no fundo do gol.

VIRADA E PRESSÃO DO GRÊMIO
Depois de empatar o placar, o Grêmio seguiu em cima e logo conseguiu a virada se aproveitando da fragilidade defensiva do Vasco. Aos 19', o time visitante teve uma falta a seu favor, mas zaga do Tricolor cortou, Léo Matos errou e Thaciano puxou o contra-ataque com Biel, que devolveu para o camisa 28 finalizar na saída de Thiago Rodrigues.

Pouco depois da virada, o Grêmio continuou pressionando e quase marcou com Bitello e Thaciano. O Tricolor deixou a bola com o Vasco, mas pressionava e conseguiu chegar rapidamente na área adversária. O Cruz-Maltino ainda teve duas chances com Nenê, mas parou em grande defesa de Brenno e na trave.

CRUZ-MALTINO INOFENSIVO
O Grêmio voltou do intervalo pressionando o Vasco e, em menos de três minutos, conseguiu criar três lances de perigo. Até os 10', o Cruz-Maltino praticamente não jogou. Acuado em campo, o time visitante tinha muita dificuldade para sair com a bola e mal conseguiu passar da linha do meio de campo.

VASCO EQUILIBRA O JOGO
Com as mudanças feitas por Jorginho e com o Grêmio diminuindo a pressão, o Vasco conseguiu equilibrar o jogo, mas sem ter muitas oportunidades de gols. A melhor chance do Cruz-Maltino aconteceu só aos 26', em cobrança de escanteio e cabeçada de Andrey Santos, que parou em nova grande defesa de Brenno. No fim, o jogo ficou morno e o Tricolor ainda assustou nos contra-ataques, enquanto o time carioca pouco conseguiu fazer.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 1 VASCO


Data e hora: 11/09/2022, às 16h
Local: Arena, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR/FIFA-SP)
Público/Renda: 48.860 pagantes/50.886 presentes/R$ 2.319.558,00

Gols: Léo Matos, 3'/1ºT (0-1), Bitello, 9'/1ºT (1-1), Thaciano, 19'/1ºT (2-1)
Cartões amarelos: Diogo Barbosa, Bitello e Geromel (GRE), Bruno Tubarão e Andrey Santos (VAS)
Cartões vermelhos:

GRÊMIO: Brenno; Edilson, Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; villasanti, Bitello (Thiago Santos, 22'/2ºT) e Campaz (Thaciano, 7'/1ºT (Lucas Leiva, 22'/2ºT)); Biel, Guilherme (Lucas Silva, 42'/2ºT) e Diego Souza (Elkeson, 42'/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

VASCO: Thiago Rodrigues, Léo Matos (Palacios, 42'/2ºT), Quintero, Anderson Conceição, Edimar; Yuri (Juninho, 30'/2ºT) e Andrey; Nenê, Marlon Gomes (Figueiredo, 14'/2ºT) e Alex Teixeira (Bruno Tubarão, 14'/2ºT); Raniel (Fábio Gomes, 30'/2ºT). Técnico: Jorginho.