Vini Jr recebe apoio de Neymar, CBF, Xavi e Pelé após racismo

Campanha
Campanha "Baila, Vini" ganhou as redes sociais após empresário usar termo racista ao se referir às comemorações do brasileiro. Foto: (Helios de la Rubia/Real Madrid via Getty Images)

Após ser alvo de um comentário racista de Pedro Bravo, presidente da Associações de Agentes Espanhóis, na última quinta-feira (15), durante o programa de TV espanhol El Chiringuito, o brasileiro Vini Jr recebeu uma enxurrada de mensagens de carinho e apoio de companheiros de Seleção Brasileira, do Rei Pelé e até de Xavi Hernández, técnico do Barcelona, grande rival do Real Madrid, clube que o ponta brasileiro defende.

Em seu perfil oficial no Twitter, Pelé disse que: "O futebol é alegria. É uma dança. É uma verdadeira festa. Apesar de que o racismo ainda exista, não permitiremos que isso nos impeça de continuar sorrindo. E nós continuaremos combatendo o racismo desta forma: lutando pelo nosso direito de sermos felizes. #BailaViniJr".

Leia também:

Já a CBF, através de um vídeo publicado no Instagram, relembrou a comemoração de um gol de Vinicius Junior pela Seleção Brasileira com Lucas Paquetá e Neymar Jr: "Vai ter dança, drible, mas, acima de tudo, respeito. Na noite desta quinta-feira (15), nosso atleta Vini Jr foi alvo de declarações racistas. A CBF se solidariza e reforça #BailaViniJr".

Já Neymar foi sucinto, mas reforçou sua solidariedade: "BAILA VINI JR".

Revoltado, Bruno Guimarães pediu que Pedro Bravo fosse preso: "Esse BABACA precisa sair daí já preso! Não tem desculpa! Se o cara fala isso numa Tv que está ao vivo imagina o que não fala quando não está. Incompreensível se esse cidadão não for preso".

Quando questionado sobre o tema, Xavi pediu que os jogadores tivessem liberdade, contanto que mantivessem o respeito com os adversários: "Dança do Vinicius? Cada um comemora como quer. Deixe cada um fazer o que quiser, desde que não desrespeite ninguém".