Vini Jr é novamente criticado em programa espanhol: "Imaturo"

El Chiringuito, que foi palco de ataque racista a Vini Jr, deu voz a novas críticas ao jovem.
El Chiringuito, que foi palco de ataque racista a Vini Jr, deu voz a novas críticas ao jovem. Foto: (David S. Bustamante/Soccrates/Getty Images)

Palco das ofensas racistas proferidas contra Vinicius Junior pelo agente Pedro Bravo, que também é presidente da Associação Espanhola de Empresários de Jogadores, o programa de TV El Chiringuito, da Espanha, voltou a ter o ponta brasileiro como pauta na última segunda-feira.

O jornalista Juanfe Sanz, que faz parte do elenco fixo do programa, adjetivou o jogador do Real Madrid como imaturo profissionalmente: "Estamos tentando justificar tudo. Estamos colocando na mesa Vinicius e Rodrygo. Para mim, há uma distância abismal de maturidade esportiva entre um e outro. Puramente isso. Para mim, Rodrygo tem cada vez mais maturidade esportiva, e Vinicius é cada vez mais imaturo esportivamente. Ele (Vini) não está enfrentando bem o momento diante destes focos. Ele está entre os três melhores do mundo atualmente, mas não está sabendo digerir a fama e o peso de ser uma estrela e de ter a responsabilidade de representar o Real Madrid. Não estou justificando com isto os que ofenderam e os que criticaram, simplesmente estou dizendo que lhe falta inteligência emocional para evitar certas circunstâncias".

Leia também:

Fazendo coro às críticas contra o brasileiro que tem sido alvo não apenas de críticas justas por seu futebol, mas uma verdadeira perseguição na mídia espanhola, o que gerou, inclusive, cânticos racistas por parte da torcida do Atlético de Madrid no clássico do último domingo, Josep Pedrerol, que apresenta o programa, aproveitou para dar uma alfinetada em Vini: "Vinicius pode ser melhor caso evite perder o foco. Que dance, sim. Mas ontem não foi ele quem dançou, mas sim quem queria dançar. Ele dançou como coadjuvante do Rodrygo e do Valverde. Ele quis ser o protagonista e o dono da festa".

Relembre a ofensa

Na última semana, em debates antecipando o que seria do clássico entre os dois clubes de Madrid, Pedro Bravo disse que: ""Tem que respeitar o adversário. E quando você marca um gol em seu adversário, se quiser sambar, vá para o Sambódromo, no Brasil. Aqui, o que você tem que fazer é respeitar seus companheiros de profissão e deixar de brincar de macaco. Tem que respeitar".