Vila Nova e Ponte Preta ficam no empate e permanecem no Z-4 da Série B

Foto: Vila Nova / Roberto Corrêa


No estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, conhecido como OBA, em Goiânia, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Vila Nova e Ponte Preta empataram pelo placar de 1 a 1. Os dois gols saíram ainda na primeira etapa. A Macaca abriu o marcador, gol de Lucca. O empate do Tigre surgiu em cobrança de pênalti marcado por Rubens.

Com o resultado, ambas as equipes permaneceram na Zona de Rebaixamento, sendo que a Ponte Preta soma agora 14 pontos e o Vila 12. O Tigre segura a lanterna da competição, enquanto a Macaca está em 18º.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Na próxima rodada, o Vila Nova visita o Cruzeiro, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, no dia 1º de julho. Já a Ponte Preta recebe o Tombense, no Moisés Lucarelli, em Campinas, dia 3 de julho.

PRIMEIRO TEMPO
COMEÇO A MIL POR HORA DOS DOIS TIMES

A partida começou com dois times voando em Goiânia. Aos 6 minutos, o goleiro Tony, do Vila Nova, cometeu um vacilou enorme na saída de bola. Lucca desarmou o arqueiro do Tigre e marcou o gol: 1 a 0 para Macaca.

A resposta do Vila Nova foi muito rápida. Aos 9 minutos, pênalti marcado a favor da equipe do Tigre. O atacante Rubens foi para bola, deslocou o goleiro Caique França e rolou a bola no canto oposto para empatar a partida: 1 a 1.

JOGO ABERTO, MAS COM A PONTE PRETA MAIS PERIGOSA
Após o começo eletrizante, a partida ficou mais aberta. No entanto, a Ponte Preta foi quem levou mais perigo durante a primeira etapa. Das jogadas criadas, a mais perigosa foi um arremate de Lucca, aos 46, que o goleiro Tony conseguiu espalmar e evitar o gol da Macaca.

SEGUNDO TEMPO
QUASE O VILA MARCA

Ao contrário do primeiro tempo, o Vila Nova voltou criando as oportunidades mais agudas no começo de partida. O zagueiro Rafael Donato teve duas oportunidades para marcar, aos 2 e 17 minutos, mas em ambas as jogadas o goleiro Caique França salvou a Ponte Preta.

CHANCE DE OURO DESPERDIÇADA PELO VILA NOVA
Aos 19 minutos, a melhor chance da etapa final. Após rebatida, a bola sobrou fora da área para Diego Tavares. O atacante soltou um porrete e a bola explodiu na trave defendida pelo goleiro Caique França.

TIGRE CONTINUA MELHOR, NÃO MARCA E JOGO ACABA EMPATADO
O Vila Nova permaneceu melhor na partida e tentando de tudo para virar o jogo. No entanto, a Ponte Preta conseguiu segurar a pressão, evitar o empate e garantir um ponto precioso fora de casa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos