Tribunal de Barcelona investiga Daniel Alves por suposto assédio sexual

Um tribunal de Barcelona abriu processo para investigar uma denúncia feita por uma mulher que acusa o jogador brasileiro Daniel Alves de um suposto assédio sexual cometido em uma boate da cidade no final de dezembro.

"O tribunal de instrução 15 de Barcelona abriu processo para investigar um suposto crime de assédio sexual após a denúncia apresentada por uma mulher contra um jogador de futebol", informou o Tribunal Superior de Justiça da Catalunha em uma breve nota que não identifica o atleta.

Fontes próximas ao caso indicaram à AFP que o jogador em questão se trata do brasileiro Daniel Alves.

"A causa está em fase de investigação", acrescentou a nota sem dar mais detalhes.

No dia dois de janeiro, a polícia da Catalunha recebeu a acusação de uma mulher que afirmava ter sofrido toques indesejados do atleta, segundo a polícia regional catalã.

O episódio teria ocorrido em uma boate em Barcelona na noite de 30 para 31 de dezembro, segundo a imprensa local.

O ex-jogador do Barcelona estava de férias na cidade antes de se reapresentar ao Pumas, do México, após ter disputado a Copa do Mundo no Catar.

O atleta de 39 anos negou ter cometido qualquer ato sem consentimento ou mesmo conhecer a denunciante em mensagem transmitida a um programa do canal espanhol Antena 3 há alguns dias.

rs-al/mg/dr/yr