Galiotte exalta Felipe Melo, mas discorda de renovação por dois anos: ‘Eu não faria’

Depois de seis anos como presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte deixará o cargo no próximo dia 15 de dezembro deste ano para que Leila Pereira, eleita em 20 de novembro, assuma o posto. A duas semanas do fim de seu mandato, o mandatário alviverde ainda não conta com uma definição sobre a permanência de Felipe Melo para 2022 e afirma que deixará a decisão para a próxima gestão. Questionado sobre sua preferência caso continuasse à frente do Verdão na próxima temporada, Galiotte relembrou uma conversa que teve com o volante no meio deste ano e afirmou que não concorda com a extensão contratual por mais duas temporadas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos