Brasileirão expande transmissão para o exterior e vê novas possibilidades para os clubes

Com uma grande quantidade de atletas e treinadores estrangeiros, além de um nível técnico cada vez mais alto, uma vez que consagrados jogadores retornaram ao país, o Campeonato Brasileiro tem chamado atenção do exterior.

Nos últimos dias, a empresa 1190, detentora dos direitos de comercialização internacional da competição, fechou contrato para a exibição no Oriente Médio, norte da África e Polônia. Anteriormente, quem já havia garantido as transmissões foi a plataforma One Football. Para os clubes, a visibilidade deve permitir novas oportunidades de negócios que envolvem reconhecimento internacional, produção de conteúdo diversificado e a possibilidades de marcas de fora se sentirem atraídas em investir no país.

- Toda forma de fazer um campeonato forte nos interessa. E essa diversificação nas transmissões é uma delas. O Brasileirão é um dos campeonatos mais fortes e disputados no mundo e é muito bom que tenha apelo internacional também. Vejo com excelentes olhos e como uma ótima forma de receita e de valorizar a marca dos clubes e do campeonato - afirma o presidente do Avaí, Júlio César Heerdt.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos