Bach: sanção se houver provas

O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, disse nesta sexta-feira que, uma vez que existam provas, a organização vai sancionar as pessoas envolvidas em suposta compra de votos para eleger o Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas de 2016.