Atleta, agente social e cartola, Aline Silva coloca o wrestling brasileiro no mapa

Nos meses que antecedem o momento esportivo mais importante de sua vida, Aline Silva não tem tempo para nada. Aos 34 anos, o principal nome do wrestling brasileiro concilia os treinos para as Olimpíadas de Tóquio com a administração de sua ONG na Baixada Santista e a vice-presidência da Confederação Brasileira de Wrestling (CBW).