Abel Braga fala sobre deixar cargo: 'Quero é ser feliz'

O Fluminense voltou a jogar mal e ficou apenas no empate por 0 a 0 com o Unión Santa Fe (ARG), nesta terça-feira, no Maracanã, pela terceira rodada da Copa Sul-Americana. Após a partida, o técnico Abel Braga afirmou que não vê evolução no rendimento da equipe e criticou a baixa criação de jogadas. O Tricolor teve apenas dois chutes em direção ao gol. Sobre entregar o cargo, o veterano preferiu jogar para a diretoria e afirmou querer apenas "ser feliz". Ele foi novamente xingado pelos tricolores nas arquibancadas do estádio.

- Não cria, evoluiu hoje a parte de trás, que vinha sofrendo gols. Era raro antes. hoje não sofreu. Os jogadores tentaram. Não vamos colocar a culpa no pênalti que não entrou, porque teve uma oportunidade clara com o Marlon no primeiro tempo e depois outra com o Cano. É muito pouco. Agora é dentro do vestiário. Isso (sobre deixar o cargo) tem que perguntar para o presidente. Estou em um clube que eu amo, adoro. Se eu não me sentir feliz... não estou mais querendo me conhecer, não preciso disso. Já conheço muito a vida. O que eu quero mais nesse momento é ser feliz - afirmou o treinador.

Abel também falou sobre a parte mental dos jogadores e as atuações ruins. O resultado é péssimo para o Fluminense. O outro jogo do grupo será apenas na quinta-feira, mas o Flu permanece na terceira posição, com quatro pontos. O Santa Fe vai para a liderança, com cinco, e o Junior fica com quatro, mas ainda entra em campo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos