Verstappen vence GP do Azerbaijão e abre vantagem no Mundial de F1

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, venceu neste domingo o Grande Prêmio do Azerbaijão de Fórmula 1 no circuito de rua de Baku, conquistando sua 25ª vitória na carreira e abrindo vantagem na liderança da classificação do Mundial de pilotos.

Verstappen superou seu companheiro de equipe, o mexicano Sergio Pérez, e o britânico George Russell (Mercedes), que completaram o pódio.

Agora, o atual campeão do mundo tem 31 pontos à frente de Pérez e 34 a mais que o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, que largou na 'pole position', mas teve que abandonar a corrida por um problema no motor.

"Tínhamos um ritmo incrível hoje, tive que prestar atenção nos pneus. Consegui me colocar à frente e tivemos um pouco de sorte com os abandonos da Ferrari, mas tínhamos ritmo", disse Verstappen ao término da corrida.

Depois de ter largado na segunda fila, atrás de Pérez e Leclerc, o holandês começou a construir sua vitória ao ultrapassar seu companheiro de equipe, que desgastou demais seus pneus no início da prova.

Depois disso, ele só teve que acompanhar à distância a quebra do motor da Ferrari de Leclerc na 20ª de 51 voltas.

"A chave foi a gestão dos pneus, o que é necessário aqui. Todos os fins de semana são diferentes, temos que ser precisos, estar atento nos mínimos detalhes da corrida", acrescentou Verstappen, que poderá viajar com relativa tranquilidade a Montreal para a disputa na semana que vem do GP do Canadá.

Uma situação oposta vive a Ferrari. A escuderia italiana sai do Azerbaijão sem marcar nenhum ponto. Além de Leclerc, o espanhol Carlos Sainz também teve que abandonar a corrida, devido a problemas hidráulicos em seu carro.

Para o monegasco, as três últimas corridas foram decepcionantes: antes de Baku, ele teve que abandonar o GP da Espanha e se conformar na etapa seguinte com um quarto lugar em Mônaco, depois um grave erro de estratégia da equipe.

Dominante nas sessões de classificação nesta temporada (seis poles em oito possíveis), Leclerc está vendo Verstappen se distanciar na classificação do Mundial de pilotos.

No campeonato de construtores, a Red Bull somou 44 pontos neste fim de semana no Azerbaijão, contando com o ponto extra pela volta mais rápida da corrida para Pérez. Alerta vermelho para a Ferrari.

Classificação do GP do Azerbaijão:

1.Max Verstappen (HOL/Red Bull) 1:34:05.941

2.Sergio Pérez (MEX/Red Bull) +20.823

3.George Russell (GBR/Mercedes) +45.995

4.Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) +1:11.679

5.Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri) +1:17.299

6.Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin) +1:24.099

7.Fernando Alonso (ESP/Alpine) +1:28.596

8.Daniel Ricciardo (AUS/McLaren) +1:32.207

9.Lando Norris (GBR/McLaren) +1:32.556

10.Esteban Ocon (FRA/Alpine) +1:48.184

11.Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo) a 1 volta

12.Alexander Albon (TAI/Williams) a 1 volta

13.Yuki Tsunoda (JPN/AlphaTauri) a 1 volta

14.Mick Schumacher (ALE/Haas) a 1 volta

15.Nicholas Latifi (CAN/Williams) a 1 volta

16.Lance Stroll (CAN/Aston Martin) a 5 voltas

Melhor volta da corrida: Sergio Pérez (MEX/Red Bull) 1:46.046 na 36ª volta (velocidade média: 183,724 km/h)

Abandonos:

Carlos Sainz (ESP/Ferrari): problema de freios, nona volta

Charles Leclerc (MON/Ferrari): motor, 20ª volta

Zhou Guanyu (CHN/Alfa Romeo): problema mecânico, 23ª volta

Kevin Magnussen (DIN/Haas): motor, 32ª volta

Lance Stroll (CAN/Aston Martin): problema mecânico, 47ª volta (classificado)

Classificação do Mundial de pilotos:

1. Max Verstappen (HOL) 150 pts

2. Sergio Pérez (MEX) 129

3. Charles Leclerc (MON) 116

4. George Russell (GBR) 99

5. Carlos Sainz (ESP) 83

6. Lewis Hamilton (GBR) 62

7. Lando Norris (GBR) 50

8. Valtteri Bottas (FIN) 40

9. Esteban Ocon (FRA) 31

10. Pierre Gasly (FRA) 16

11. Fernando Alonso (ESP) 16

12. Kevin Magnussen (DIN) 15

13. Daniel Ricciardo (AUS) 15

14. Sebastian Vettel (ALE) 13

15. Yuki Tsunoda (JPN) 11

16. Alexander Albon (TAI) 3

17. Lance Stroll (CAN) 2

18. Zhou Guanyu (CHN) 1

19. Mick Schumacher (ALE) 0

20. Nico Hülkenberg (ALE) 0

21. Nicholas Latifi (CAN) 0

Campeonato de construtores:

1. Red Bull 279 pts

2. Ferrari 199

3. Mercedes 161

4. McLaren 65

5. Alpine 47

6. Alfa Romeo 41

7. AlphaTauri 27

8. Haas 15

9. Aston Martin 15

10. Williams 3

Nota: Sebastian Vettel (ALE) testou positivo para covid-19 e perdeu as duas primeiras corridas da temporada, sendo substituído por Nico Hülkenberg (ALE).

nr-tba/fbx/iga/cb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos