Vencido, mas inabalável, Kyrgios deixa sua marca na final de Wimbledon

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - Nick Kyrgios não decepcionou na sua estreia em uma final de Grand Slam, com o australiano levando sua extraordinária marca de performance teatral improvisada de tênis ao maior palco para o tênis do mundo neste domingo.

As finais de Wimbledon são reverenciadas como nenhuma outra, mas Kyrgios, de 27 anos, nunca deixaria a enormidade da ocasião abafar seus instintos de showman em um confronto com o agora heptacampeão Novak Djokovic.

Sob um pôr do sol deslumbrante, ele fez uma partida de tênis fascinante e teve o cabeça de chave Djokovic sob seu controle em um primeiro set de excelente qualidade antes de ceder sob a precisão implacável do sérvio para cair por 4-6, 6-3, 6-4 e 7-6 (3), em três horas.

Kyrgios começou o torneio com uma multa por cuspir em um torcedor após sua vitória no primeiro round sobre Paul Jubb e novamente após um terceiro round tóxico contra o quarto cabeça de chave Stefanos Tsitsipas.

Mas para a segunda semana do torneio ele deixou seu desempenho falar mais alto e a esperança é que ele continue misturando os ingredientes de seu jogo especial e personalidade colorida para disputar novamente um título de Grand Slam.

"Não estou atrás da bola oito, de forma alguma. Joguei uma final de slam contra um dos maiores de todos os tempos, e eu estava lá", disse Kyrgios. "Foi uma baita ocasião."

(Reportagem de Martyn Herman)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos