Veiga x Hulk: preteridos por Tite, decisivos em Palmeiras x Atlético-MG

Veiga e Hulk duelam neste domingo (Foto: Montagem Lance!/Cesar Greco / Palmeiras; Pedro Souza/ Atlético-MG)


Neste domingo, às 16h, no Allianz Parque, Palmeiras e Atlético-MG disputam a liderança do Brasileirão-2022 em um dos mais aguardados duelos deste ano. Não é exagero dizer que em campo estarão dois dos melhores jogadores em atividade no futebol brasileiro: Raphael Veiga e Hulk. Preteridos por Tite na Seleção Brasileira, eles continuam fazendo a diferença para seus clubes.

GALERIA
> Quem é melhor: Palmeiras ou Atlético-MG? Veja votação

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Se levarmos em conta as estatísticas do ano, o meia do Verdão e o atacante do Galo têm quase o mesmo número de participações em gols. Veiga marcou 18 vezes e deu sete assistências (25 participações), já Hulk marcou 19 vezes e deu três assistências (22 participações).

A diferença é o impacto deles no total de gols do time. Raphael Veiga participa de 33,33% dos 75 gols marcados pelo Palmeiras no ano. Enquanto isso, Hulk tem uma importância um pouco maior, com participação em 36,67% dos 60 gols do Atlético-MG em 2022.

E esse poder de decisão tem sido constante. Basta pegar a média de participação por jogo. Hulk participou de 22 gols em 21 jogos disputados na temporada, média de 1,05 por partida. Veiga, tem um índice menor, de 25 participações em 30 duelos, média de 0,83.

Todos esses números e o desempenho da dupla dentro de campo, que reconhecidamente está em um nível acima da média no futebol brasileiro, não foram suficientes para convencer Tite de uma oportunidade na Seleção. Na última convocação, a expectativa era alta, mas nenhum dos dois acabou sendo chamado pelo técnico.

Apesar de reconhecer a boa fase de Hulk e Raphael Veiga, no momento, Tite se diz sem opção de trocas pensando na Copa do Mundo. Em entrevista ao podcast "Fala, Brasólho!", do Canal Desimpedidos, o treinador brasileiro comentou as chances de convocação dos atletas, dado o limite de atletas na listagem.

- Eu aceito (convocar Hulk e Raphael Veiga). Convoco todos que quiserem. Só me diz quem eu tiro também. Só podem 23 ou 26. Só dizem que eu tenho que convocar, mas não dizem quem eu tenho que tirar - disse o comandante canarinho.

Aos 35 anos, o centroavante alvinegro, que esteve no elenco brasileiro na Copa do Mundo de 2014, ganhou, até aqui, apenas uma oportunidade com o técnico Tite. Hulk foi convocado em setembro de 2021, quando participou da vitória do Brasil, diante do Peru, na Arena Pernambuco, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para o Qatar.

Mesmo assim, a convocação se deu, pois, na época, a Seleção Brasileira estava impossibilitada de contar com jogadores que atuam na Inglaterra, devido à pandemia de Covid-19, que ainda oferecia risco para o país do Velho Continente. Depois, nunca mais.

Raphael Veiga, por sua vez, tem 26 anos (completará 27 no dia 19 de junho) e nunca teve uma oportunidade na Seleção Brasileira. Unanimidade entre a torcida do Palmeiras e bastante elogiado pela mídia esportiva brasileira, o meia acaba "prejudicado" pela concorrência em sua posição, que conta com os "europeus" Lucas Paquetá e Philippe Coutinho, praticamente certos na Copa do Qatar.

O meia do Palmeiras e o atacante do Atlético-MG devem mesmo ficar fora da lista de convocados para a Copa do Mundo. Esse fato contraria uma parte significativa da opinião popular, que deseja ver Hulk disputar sua segunda Copa de sua carreira e gostaria de ver Veiga ter sua primeira chance. Mesmo assim, eles continuarão a brilhar por seus clubes, como prometem fazer neste domingo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos