Veiga deixa estádio mancando, usa proteção no tornozelo e preocupa o Palmeiras

Torcedor do Athletico-PR foi suspenso (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


Uma cena preocupou mais ainda os torcedores do Palmeiras, na Arena da Baixada, na derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR. Além da atuação ruim do time, Raphael Veiga parece ter sofrido uma lesão preocupante no tornozelo direito. Na saída do estádio, ele estava mancando e usava uma proteção no local em que sente a dor.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

O lance aconteceu logo aos dois minutos do segundo tempo, quando sofreu uma entrada de Hugo Moura na lateral do campo e seu pé direito ficou preso entre o adversário e o campo, causando muita dor no atleta na mesma hora. Ele foi atendido do lado de fora, a partida ficou um tempo parada até ele voltar, mas bastaram alguns passos para ele cair novamente no chão e pedir substituição ao banco.

Diante da situação, o departamento médico do clube tratou de colocar uma proteção na região atingida, ou seja, no tornozelo direito. No entanto, Veiga deve ser reavaliado nesta quarta-feira e passar por exames para detectar uma lesão ou não no local.

Na saída do estádio, quando passou pela zona mista, o meia estava mancando, mas não precisou de ajuda e conseguia caminhar sozinho. Ainda assim, a imagem é preocupante em vista dos desfalques que o time tem sofrido, ainda mais nesta fase da temporada, com tantas decisões e jogos importantes para fazer.

Veiga, assim, passa a ser dúvida para Abel Ferreira na partida de volta da semifinal da Libertadores, no Allianz Parque. O camisa 23 se junta ao volante Danilo, que está suspenso e somente poderá voltar se o Verdão jogar a final, em Guayaquil-EQU. O alento é o retorno de Scarpa, que cumpriu sua punição e estará à disposição de Abel.

Fica a dúvida sobre quem seria o substituto do meia em caso de confirmação de desfalque. Seria novamente López, que não foi bem no jogo de ida? Bruno Tabata, que teve boa entrada na partida? Ou Wesley, que daria uma opção de mais velocidade ao ataque? Antes de pensar nisso, Abel Ferreira terá um teste diante do Red Bull Bragantino, pelo Brasileirão, neste sábado, em Bragança Paulista.