Vasco tem início de segundo turno pior que período de forte pressão da 'era Zé Ricardo'

Vasco tenta melhorar o rendimento para não colocar o acesso à Série A em risco (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)


A irregularidade virou a marca do Vasco nas últimas semanas. O time que estava em segundo lugar caiu para quarto na Série B do Campeonato Brasileiro. No recorte mais curto, do returno, o desempenho é pior do que no início do primeiro turno. Naquela ocasião, a pressão estava forte no Cruz-Maltino.

+ ATUAÇÕES: Defensores do Vasco recebem as piores notas após apagão em derrota na Série B

O técnico era Zé Ricardo, e o time de São Januário havia empatado os três primeiros jogos. Caso não vencesse o quarto, o comandante na quinta partida poderia ser outro. A equipe ganhou da Ponte Preta, em São Januário, e chegou a seis pontos.

Desta vez, a queda de rendimento do Vasco é mais aguda. Nas quatro primeiras partidas do returno, foram conquistados quatro pontos. Uma vitória, um empate e duas derrotas no cartel.

Por um lado, na primeira parte do campeonato o Cruz-Maltino melhorou a partir do quarto jogo. Por outro, ainda não há indefinição sobre o substituto de Maurício Souza. Emílio Faro segue como comandante interino.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Números e comandante à parte, o desempenho vascaíno precisa melhorar urgentemente. Pois a vantagem, atualmente, é de seis pontos para o quinto colocado. Só que quando há três vitórias nos últimos dez jogos, a tendência de perda de posições é natural.