Vasco reencontra a Ponte Preta em jogo que pode, assim como o do primeiro turno, ser simbólico

Gabriel Pec esteve em campo no Vasco x Ponte Preta do primeiro turno (Daniel RAMALHO/CRVG)


Quando o Vasco enfrentou a Ponte Preta no primeiro turno, o time ainda não havia vencido na Série B e Zé Ricardo, então treinador, estava pressionado. Aquela vitória deu início à arrancada que colocou o time no G4. O time se estabilizou, mas perdeu o embalo. Agora, novamente precisa vencer a Macaca. Mas por outros motivos.

O Cruz-Maltino vem de empate em São Januário com a Chapecoense e, longe de casa, terá a chance de recuperar, pelo menos, uma posição. É preciso recuperar os pontos perdidos no período sob as ordens de Maurício Souza, e manter a gordura adquirida.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Para tal desafio, contudo, jogadores importantes serão desfalques: Yuri Lara e Nene, suspensos, desfiguram o meio-campo que também não poderá contar com Palacios, desfalque pelo mesmo motivo.
Esta será a primeira partida do Vasco após a venda da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do clube à 777 Partners. Voltar ao Rio com três pontos é desejo do time, da torcida, e dos novos proprietários.

- Eles (Ponte Preta) estão exaltando muito esse jogo e tratando como a partida que pode fazer com que eles se firmem na competição, comecem a almejar coisas maiores. Cabe ao nosso time jogar de forma obediente e competitiva para retornarmos de Campinas com os três pontos - pregou Emílio Faro, técnico interino.