Vasco paga dívida com Ricardo Sá Pinto e aguarda liberação da Fifa para inscrever Alex Teixeira

Ricardo Sá Pinto comandou o Vasco durante três meses em 2020 (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)


Em meio à proibição para inscrever jogadores, o Vasco quitou a dívida de R$ 1,4 milhão com o treinador Ricardo Sá Pinto na última sexta-feira. Com isso, o clube carioca aguarda a liberação da FIFA para inscrever novos atletas, entre eles seu último reforço: Alex Teixeira. A informação foi inicialmente divulgada pelo canal "Atenção, Vascaínos" e confirmada pelo Lance!

O atacante tem a previsão de estreia para o próximo domingo, diante da Chapecoense, com local ainda a definir. Por ora, ele ainda não poderá ser inscrito em virtude do "transfer ban" imposto pela entidade devido à dívida inicial com o treinador português.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

É o caso de Alex Teixeira, por exemplo, que tem a estreia prevista para o próximo domingo, contra a Chapecoense. Até o momento, ele não pôde ser regularizado por conta do "transfer ban" imposto pela entidade.

+ Entenda os desafios do próximo técnico para assumir o Vasco e ajustar o time

Cabe salientar que Ricardo Sá Pinto esteve à frente do comando técnico do Cruz-Maltino durante três meses no segundo semestre de 2020. No entanto, ele não recebeu salários durante o período e comandou o clube em 15 jogos.

+ Carlos Brazil explica demissão de Maurício Souza pelos resultados no Vasco: 'Sabemos a responsabilidade'

Após a demissão de Maurício Souza, o Vasco volta a campo na próxima quinta-feira, às 19h, contra o CRB, em São Januário, pela 21ª rodada da Série B. A equipe ocupa a terceira posição com 35 pontos, seis á frente do Londrina, atual quinto colocado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos