Vai te pegar! Veja o raio-x de todos os 199 gols de Fred pelo Fluminense


Acabou a carreira de Fred. No último sábado, o jogador se despediu do futebol atuando pelo clube que mais amou e onde viveu os melhores momentos. Com uma passagem entre 2009 a 2016 e outra entre 2020 e 2022, o camisa 9 deixou o Fluminense com 382 jogos e 199 gols marcados. É o segundo maior artilheiro do clube na história e o maior nos pontos corridos do Brasileirão e na Copa do Brasil. O LANCE! fez um raio-x de todas as bolas na rede do centroavante pela equipe carioca.

Desde que voltou ao clube, quando o L!tinha apresentado os números, Fred marcou mais 27 gols em pouco mais de dois anos, totalizando os 199. No total, 122 desses foram com a perna direita e 25 com a esquerda. Na bola aérea, uma das maiores qualidades do jogador, foram 51. Ele ainda fez um de peito. Destes gols, 156 foram marcados com a bola rolando, 41 de pênalti e dois de falta.

Ninguém conseguiu vencer o argentino Darío Conca como maior garçom de Fred no Fluminense. Os dois jogaram juntos de 2009 a 2011 e depois entre 2014 e 2015 e ele foi responsável por 13 assistências. Mariano (9), Thiago Neves (8), Jean e Carlinhos (6), Deco e Maicon (5), Wellington Nem, Wellington Silva, Gerson, Gustavo Scarpa (4), Alan, Souza, Marquinhos, Bruno, Cícero, Martinelli e Nene (3) vêm depois.

Completam a lista: Diguinho, Leandro Amaral, Rafael (goleiro), Wagner, Gum, Kenedy, Vinicius, Egídio, Nonato e Cazares (2), Leandro Euzébio, Everton, Luiz Alberto, Diogo, Tartá, Willians, Araújo, Rafael Moura, Matinuccio, Lanzini, Samuel, Rafael Sóbis, Chiquinho, Marlone, Lucas Gomes, Giovanni, Renato, Marcos Jr, Wellington Paulista, Diego Souza, Rojas, Richarlison, Douglas, Paulo Henrique Ganso, Caio Paulista, Kayky e Gabriel Teixeira (1).

AS VÍTIMAS PREFERIDAS

Não há time que tenha sofrido mais gols de Fred do que o Botafogo, com 14 no total. Quem vem em seguida são Palmeiras e Vasco, com oito cada, além do Flamengo, com sete bolas na rede contra. Completam a lista Bangu, Avaí, Cruzeiro, Grêmio, São Paulo, Corinthians, Atlético-MG (6), Sport, Portuguesa-SP, Figueirense, Coritiba, Athletico-PR e Internacional (5) e Cabofriense, Bonsucesso, Goiás, Volta Redonda, Macaé, Nova Iguaçu (4).

Os que menos sofreram foram Universidad de Chile, Vitória, Duque de Caxias, Bahia, Madureira, Ferroviária, Independiente Santa Fe (3), Olaria, Friburguense, Náutico, Confiança, Boavista, Argentino Jrs, Ponte Preta, Tupi, Barra Mansa, Bragantino, Cerro Porteño, Barcelona de Guayaquil, América-MG (2) e, por fim, Tigres, Águia, Santo André, LDU, Grêmio Prudente, Ceará, Arsenal de Sarandí, Boca Juniors, Quissamã, Caracas FC, Huachipato, Emelec, Horizonte, América-RN, Criciúma, Santos, Fortaleza, Vila Nova, River Plate (1).

Fred - Gols pelo Fluminense
Fred - Gols pelo Fluminense

As temporadas de Fred pelo Fluminense (Arte Lance!)

LOCAL E MOMENTO

A grande área é onde Fred se sente melhor para fazer sua especialidade. Foram 142 nesse setor do campo - contando as cobranças de pênalti. Na pequena área, o jogador chegou às redes 45 vezes, enquanto 12 foram de longa distância. Na hora de mirar no gol, o camisa 9 normalmente vai nos cantos. Na direita do goleiro, foram 48 vezes e na esquerda 78. Já no meio, ele acertou em 43 oportunidades.

Com relação às minutagens dos gols, 52 aconteceram antes dos 30 minutos do primeiro tempo e 40 deste momento até o intervalo. Na segunda etapa, foram 57 feitos até os 30 minutos e 50 depois. O centroavante ainda fez seis hat-tricks com a camisa tricolor. Em um jogo, contra o Grêmio, em 2011, chegou a marcar quatro vezes.

MÉDIAS E JOGOS NA CARREIRA

Não é novidade que Fred coleciona bons números na carreira. Longe do Fluminense, o atacante também manteve médias interessantes. Pelo Cruzeiro, foram 138 jogos, 78 gols, sendo 0,57 por jogo. No Atlético-MG, são 84 partidas, 42 gols marcados e 0,50 de média por jogo. No Lyon, 121 jogos e 42 gols marcados, na média de 0,35. No América-MG, foram 51 jogos e 33 gols feitos, média de 0,64 por partida.

A melhor temporada dele foi em 2005, pelo Cruzeiro, quando teve média de 0,90 gol por jogo. Com a camisa do Fluminense, foi em 2011, com 34 gols em 43 jogos e 0,79 de média.

OS NÚMEROS FINAIS

Fred teve bons números nas duas passagens pelo Fluminense. Em 2009, foram 36 jogos, 22 gols e uma assistência. Em 2010, quando sofreu com lesão, esse número foi de 28 jogos, 18 gols e três assistências. Já em 2011, nos 43 jogos feitos, foram 34 gols e oito assistências, seu recorde.

Em 2012, quando foi bicampeão brasileiro como protagonista, foram 45 partidas, 30 gols e seis assistências. Nesse ano, inclusive, ele chegou a 54,1% de taxa de acerto nas finalizações, precisando de 4 chutes para marcar um gol. O pior ano foi 2013, quando Fred fez 25 jogos, oito gols e três assistências. No ano seguinte, em 2014, ele teve 48 partidas, 27 gols e seis assistências.

Nos últimos dois anos pelo Fluminense, Fred teve, em 2015, 42 jogos, 22 gols e seis assistências. Em 2016, quando atuou metade do ano pelo Flu e metade pelo Atlético-MG, o atacante fez 50 jogos no total, com 23 gols e cinco assistências.

Já no retorno, fez em 2020 28 jogos, cinco gols e duas assistências. Já em 2021, quando foi importante na Libertadores, disputou 46 partidas, marcou 20 vezes e deu seis assistências. No último ano da carreira, entrou em campo 20 vezes, fez dois gols e deu uma assistência.

Fred termina a carreira como segundo maior artilheiro da história do Fluminense (199 gols), maior artilheiro da Copa do Brasil (37 gols), segundo maior artilheiro do Campeonato Brasileiro (158 gols) e o maior da Era dos pontos corridos, além de ser o segundo maior goleador brasileiro na Libertadores (25 gols). Com mais de 400 gols na carreira, o camisa 9 também entrou no top-15 de jogadores com mais partidas pelo Flu (382).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos