Vítor Pereira terá o maior período sem jogos no Corinthians desde a eliminação no Paulistão

Vítor durante treino do Timão no CT Joaquim Grava (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)


Vítor Pereira se intitulou um ‘treinador de treinos’ quando chegou ao Corinthians, mas devido ao calendário brasileiro, o português tem tido pouco tempo para impor seu estilo e trabalhar mais diretamente com os jogadores. Felizmente para ele, essa realidade irá mudar nos próximos dias.

+ Cássio faz milagres, mas não evita derrota do Corinthians para o América-MG; veja notas

Isso porque ele e sua comissão terão o maior período sem jogos desde a eliminação para o São Paulo na semifinal do Paulistão. Com a chegada da Data Fifa, o Campeonato Brasileiro será paralisado durante os jogos das seleções, assim o Timão só volta aos gramados no dia 28 de setembro, quando enfrenta o Atlético-GO na Neo Química Arena, pelo Brasileirão.

O hiato de 10 dias entre a derrota para o América-MG e o confronto contra o Dragão será essencial para ele ter mais contato com o grupo e aplicar pontos de trabalho ainda não conseguiu.

- Primeiro vamos descansar, depois vamos trabalhar em cima dos comportamentos que temos que trabalhar, temos que melhorar - explicou VP na coletiva após a partida na Arena Independência.

O período sem partidas oficiais também será essencial para recuperar jogadores entregues ao departamento médico. Segundo o último boletim informado pelo clube, Rafael Ramos, Maycon e Júnior Moraes estão em transição física.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os últimos jogos

Perguntando sobre o estado do camisa 5, Vítor Pereira se mostrou otimista na recuperação do volante e disse que este período sem jogos será essencial no processo de recuperação dele.

- O Maycon já começou a correr, bater na bola, está no campo. Vamos ver esses dias para tentar melhorar a condição física dele, espero contar com ele - ponderou Vítor Pereira.

Maycon está fora de combate pelo Corinthians desde o dia 5 de agosto, quando teve constatada uma fratura no segundo dedo do pé esquerdo após o primeiro jogo das quartas de final da Libertadores, contra o Flamengo.

O clube alvinegro espera que ele esteja 100% e em condições de enfrentar o Flamengo nos dois jogos da final da Copa do Brasil, nos dias 12 e 19 de outubro.