Vítor Pereira quer 'novo Mantuan' para encerrar investidas do Corinthians nesta janela

VP precisou ser convencido da saída de Mantuan por empréstimo ao Zenit (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


Com a contratação o volante Fausto Vera, o Corinthians está quase fechando as suas atividades nesta janela de transferências. Para encerrar, resta à diretoria corintiana contratar um substituto para o atacante Gustavo Mantuan, emprestado ao Zenit, da Rússia, em contrapeso à chegada do centroavante Yuri Alberto.

+ Com Fausto Vera, Corinthians chega a 16 reforços na gestão de Duílio; relembre as contratações

Mas, para o técnico Vítor Pereira não basta somente um atacante de beirada, posição que Mantuan ocupava, mas, sim, um atleta com as mesmas características que o jovem envolvido no empréstimo com o clube russo.

A ideia do treinador corintiano é ter um extremo com capacidade de recomposição, algo que ele já diagnosticou que não terá com Róger Guedes, opção em dois dos últimos três jogos.

Apos a derrota para o Atlético-GO, pela Copa do Brasil, na última quarta-feira (27), Vítor deixou claro que não dará para utilizar a dupla Guedes e Yuri Alberto, justamente por conta dos espaços deixados defensivamente nas laterais.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

CONSULTAS

A diretoria corintiana, então, segue atenta ao mercado em busca de um jogador que atenda as características desejadas por VP.

Já era a ideia do Timão contratar um atleta que atue pelo lado de campo. O clube chegou a monitorar os preços de Kevin Velasco, do Deportivo Cali-COL, que pediu 3 milhões de dólares (R$ 15,5 mi, na cotação atual). A ideia corintiana era ter o jogador por empréstimo, opção descartada pelo clube colombiano.

O argentino Adolfo Gaich, que está no CSKA, da Rússia, foi oferecido, mas o Corinthians não deu prosseguimento às conversas.

De toda forma, um possível atacante de beirada que chegar precisará atender a necessidade de recomposição desejada por Vítor Pereira.

Caso o Timão não encontre alternativas até o fim da janela de transferências, que se encerra no dia 15 de agosto, a tendência é que Gustavo Mosquito e Giovane ganhem mais chances pelo setor, justamente por conta do comprometimento tático apresentado pela dupla.

Outra opção é adotar um esquema com o meio-campo mais preenchido, com Adson e Willian pelos lados trazendo o jogo também para a parte central. Nesse caso, o 4-3-3 comumente usado por Pereira se transformaria em um 4-5-1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos