Vélez se mobiliza para semi contra o Flamengo, sofre derrota 'fora de campo', mas aposta na força em casa

José Almafitani, palco do Vélez e Flamengo, estará lotado na quarta, pela Libertadores (Foto: Staff Images/Conmebol)


A comunidade do Vélez Sarsfield está totalmente mobilizada para o confronto com o Flamengo, pelas semifinais da Libertadores. As equipes se enfrentam a partir desta quarta, com o primeiro jogo no Estádio José Almafitani, e não há mais ingressos disponíveis para os torcedores argentinos - tanto para a ida quanto para a volta, no Rio de Janeiro, no dia 7. Contudo, na antevéspera do duelo em Buenos Aires, o clube de Buenos Aires sofreu uma derrota fora de campo.

A Unidade Disciplinar da Conmebol negou o recurso do Vélez, e o José Almafitani terá o setor "Platea Sur Alta" interditado no jogo contra o Flamengo como punição pelos episódios de violência nas quartas de final contra o Talleres, no estádio, pela Libertadores. Os fortineros se mobilizaram e pressionaram a entidade - sem sucesso.

Mesmo sem a capacidade máxima liberada, a ideia é fazer do José Almafitani um território hostil ao Flamengo nesta quarta. De volta à semifinal da Copa após 11 temporadas, o Vélez abriu os confrontos com River Plate, nas oitavas, e Talleres, nas quartas, com vitórias em casa, confirmando a classificação nos campos dos rivais argentinos.

- Não é só fundamental, como é o mais importante. O fator chave do confronto está em ser forte como local. Assim pensa o Vélez - afirmou Martin Etcheverry, jornalista que cobre o Vélez, antes de completar:

- Vélez vai propor um jogo duro, travado, defensivo. Tentará impedir o jogo do Flamengo, que é algo incômodo ao time - afirmou ao LANCE!.

Fazendo temporada ruim na Liga Argentina, o Vélez Sarsfield aposta tudo na Libertadores, e Alexandre Medina também ressaltou a força do clube atuando no Estádio José Almafitani, apoiado por "sua gente".

- Os torcedores muito importantes para a equipe, são um jogador a mais. Assim foi contra River e Talleres, nos apoiando desde que chegamos ao estádio. O torcedor do Vélez é o grande responsável pelas classificações. Agradeço o apoio constante e com certeza nos encontraremos na quarta-feira para um grande espetáculo - avaliou.

A comunidade fortinera está tão mobilizada que os ingressos para a partida no Maracanã também foram vendidos em poucas horas. A diretoria do clube assumiu a venda das quatro mil entradas, e, em assembleia realizada nesta segunda, informou que colocará mais dois aviões fretados à disposição para os sócios. Na última semana, haviam se esgotado todas as vagas disponíveis de duas aeronaves.

O desempenho ruim na Liga Argentina aumenta a pressão e a responsabilidade dos comandados de Cacique Medina. Uma vaga para a final da Copa Libertadores, superando o favorito Flamengo, com certeza fará torcida e time se unirem ainda mais pelo título.