Uefa vai investigar gritos de "Putin" em partida do Dynamo Kiev na Turquia

Torcedores do Fenerbahce antes de jogo contra o rival Galatasaray

ANCARA (Reuters) - A Uefa, entidade que comanda o futebol europeu, anunciou que irá iniciar uma investigação disciplinar do clube turco Fenerbahce, por conta de um grupo de torcedores que entoaram o nome do presidente russo, Vladimir Putin, após a equipe sofrer um gol do Dynamo Kiev em casa em partida válida pelas eliminatórias da Liga dos Campeões da Europa.

A campanha do Fenerbahce para competir no principal campeonato de futebol da elite do futebol europeu nesta temporada acabou após uma derrota por 2 x 1 na prorrogação para a equipe ucraniana na segunda rodada classificatória em Istambul na quarta-feira.

Vitaliy Buyalskyi colocou os ucranianos na frente aos 57 minutos, pouco depois da expulsão do meia do Fenerbahce Yuksek em uma partida tensa.

O jogo acabou empatado em 1 x 1 após 90 minutos, mas o Dynamo eliminou o Fenerbahce com um gol de Oleksandr Karavaev aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação.

A comemoração de Buyalskyi após o primeiro gol foi recebida com gritos de "Vladimir Putin" por muitos torcedores do Fenerbahce, o que provocou uma repercussão negativa online, criticando os torcedores da equipe de Istambul e pedindo ação da Uefa contra o clube.

A Uefa disse que seu "Inspetor de Ética e Disciplina irá conduzir uma investigação disciplinar sobre o suposto mau comportamento dos torcedores do Fenerbahce" na partida contra o Dynamo, acrescentando que mais informações seriam disponibilizadas posteriormente.

(Reportagem de Ali Kucukgocmen, Yesim Dikmen e Ezgi Erkoyun)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos