UEFA testa tecnologia para impedimento automático

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
A UEFA vai testar uma nova tecnologia para lances de impedimento. Foto: Ben McShane/Sportsfile via Getty Images
A UEFA vai testar uma nova tecnologia para lances de impedimento. Foto: Ben McShane/Sportsfile via Getty Images

A UEFA anunciou que vai estrear a tecnologia semi-automática de impedimento (SAOT) na Supercopa na próxima quarta-feira (10), quando o Real Madrid, campeão da Liga dos Campeões, enfrentará o Eintracht Frankfurt, campeão da Liga Europa, em Helsinque. A ferramenta também será usada na fase de grupos da Liga dos Campeões desta temporada.

O responsável pela arbitragem da UEFA, Roberto Rosetti, assegurou que a entidade "está constantemente à procura de novas soluções tecnológicas para melhorar o jogo e apoiar o trabalho dos árbitros".

Leia também:

"Este sistema inovador permitirá que as equipes do VAR determinem as situações de impedimento de forma rápida e precisa, melhorando a fluidez do jogo e a consistência das decisões", acrescentou.

Conforme explicado pela UEFA, o sistema funcionará graças a câmeras especializadas capazes de seguir 29 pontos corporais diferentes por jogador.

A entidade recordou ainda que desde 2020 foram realizados um total de 188 testes, que incluem todos os jogos da Liga dos Campeões da temporada passada, a fase eliminatória da Liga dos Campeões Feminina e todo o Campeonato da Europa Feminino, bem como as restantes finais da competição. de clubes.

"O sistema está pronto para ser usado em partidas oficiais e implementado em cada sede da Liga dos Campeões", confirmou Rosetti.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos