UE e Espanha lançam plano de apoio a sistemas de saúde da América Latina e Caribe

A Comissão Europeia e o governo da Espanha lançaram nesta quarta-feira (22) em Bruxelas uma iniciativa para reforçar a produção de vacinas e medicamentos na América Latina e Caribe, além de fortalecer os sistemas públicos de saúde da região.

"É um divisor de águas nas relações entre a União Europeia e os países da América Latina e Caribe. Estamos lançando uma aliança para vacinas e medicamentos", disse a presidente da Comissão Europeia, Úrsula von der Leyen.

Segundo a funcionária alemã, a aliança "criará sistemas de saúde pública mais fortes" nos países latino-americanos e caribenhos.

De acordo com Von der Leyen, o plano pretende impulsionar a participação do setor privado, o intercâmbio de conhecimento e tecnologia e a criação "de um robusto ambiente regulatório".

O presidente do Governo da Espanha, Pedro Sánchez, disse que a iniciativa é uma expressão da "vontade de abertura da União Europeia, de reinventar sua forma de relacionar-se com a América Latina e com o Caribe".

Na visão de Sánchez, unir esforços para reforçar os sistemas de saúde pública na região reflete "a importância das lições aprendidas durante os dois anos de pandemia" de covid-19.

"Não nos esquecemos que ainda existe a covid, que há sociedades que ainda sofrem com seu impacto e que precisamos continuar fortalecendo uma resposta multilateral", disse Sánchez.

Von der Leyen garantiu nesta quarta-feira que a União Europeia enviou 237 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 aos países da América Latina e do Caribe.

ahg/mb/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos