Ucrânia entra na disputa com dois países para sediar a Copa do Mundo de 2030

Candidatura conjunta foi anunciada nesta quarta-feira na sede da Uefa, na Suíça (Foto: GABRIEL MONNET / AFP)


A Ucrânia anunciou nesta quarta-feira que se juntou a Portugal e Espanha em uma candidatura conjunta para sediar a Copa do Mundo de 2030. Os presidentes das federações dos três países se reuniram na sede da Uefa para comunicar a inclusão do país.

+ Real Madrid está próximo de definir futuro de Benzema

- Nossa candidatura não é mais uma candidatura ibérica, é uma candidatura europeia - disse Luis Rubiales, presidente da Federação da Espanha.

A Ucrânia está em guerra com a Rússia desde fevereiro deste ano. A Federação da Espanha divulgou um comunicado dizendo que a união do país nesta candidatura serve também para a reconstrução do povo ucraniano.

- A candidatura fortalece os laços com a Europa ao gerar esperança e fornecer ferramentas de reconstrução ao povo ucraniano, que expressou seu orgulho e gratidão por participar deste projeto - comunicou a Federação da Espanha.

+ Jornal crava acerto de Xabi Alonso como técnico de clube da Bundesliga

Portugal, Espanha e Ucrânia vão disputar para sediar a Copa do Mundo de 2030 junto com uma união entre Egito, Grécia e Arábia Saudita, e outra proposta conjunta de Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile. O anúncio será somente em 2024.