Trunfo? Dupla tem expressivos números na defesa do Corinthians

Gil e Balbuena durante a partida contra o Dragão (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)


Após cinco jogos seguidos com Gil e Balbuena formando a dupla de zaga do Corinthians, Vítor Pereira promoveu mudanças no setor para a partida contra o América-MG, pela 26ª rodada do Brasileirão. A alteração surtiu efeito negativo, haja visto que o Timão teve problemas defensivos e foi derrotado pelo Coelho por 1 a 0.

+ Cássio faz milagres, mas não evita derrota do Corinthians para o América-MG; veja notas

Para o duelo na Arena Independência, o técnico português relacionou Raul Gustavo, Bruno Méndez, Robson Bambu e Robert Renan, poupando Balbuena e Gil da viagem em razão do desgaste contra o Fluminense na Copa do Brasil.

Quando os dois experientes zagueiros atuam juntos, o clube alvinegro costuma conquistar bons resultados. Desde que Balbuena e Gil formaram a parceria pela primeira vez sob o comando de Vítor Pereira, o Timão ainda não sabe o que é perder com os dois em campo quando são titulares.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os últimos jogos

Ao todo, o Corinthians já disputou sete jogos com os dois formando a dupla de zaga titular, e o Timão soma três vitórias e quatro empates, com 14 gols marcados e apenas sete sofridos.

Segundo o Footstats, nos sete jogos em que foram titulares, o paraguaio e o brasileiro completaram 445 passes, com média de 63,5 por jogo. Nos dois embates contra o Fluminense, no momento mais importante da temporada para o clube alvinegro, a dupla não cometeu nenhuma falta, tanto na partida do Maracanã quanto no jogo da Neo Química Arena.

A estreia deles como dupla foi no empate com o Avaí, por 1 a 1. Naquela ocasião, o atleta paraguaio anotou o gol de empate corintiano na Ressacada.

Emprestado pelo Dínamo Moscou, da Rússia, ao Timão até julho de 2023, o defensor de 31 anos também balançou as redes contra o Internacional.

Vale ressaltar que Balbuena ocupa o quarto lugar na lista de defensores com mais gols pelo Corinthians na Neo Química Arena, com sete. Gil aparece em segundo lugar na lista, com nove gols, atrás apenas de Fábio Santos.