Treinador do Porto tem carro apedrejado após goleada na Champions

Carro que levava a família de Sérgio Conceição, incluindo um filho seu que atua pelo Porto, foi atacado por torcedores.
Carro que levava a família de Sérgio Conceição, incluindo um filho seu que atua pelo Porto, foi atacado por torcedores. Foto: (Oscar J. Barroso/Europa Press via Getty Images)

A acachapante derrota do Porto por 4 a 0 para o Club Brugge, em pleno Estádio do Dragão, em partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, não teve seus efeitos apenas dentro das quatro linhas ou nas arquibancadas do estádio do clube português.

O carro que era dirigida pela mulher de Sérgio Conceição, treinador do clube, e tinha os filhos José, de 7 anos, e Rodrigo, de 22 que atua pelo Porto e estava no banco de reservas na partida da última terça-feira, como passageiros foi alvo de ataques da torcida do Dragão com pedras, socos e xingamentos.

Leia também:

Inicialmente publicadas pelo jornal português Record, as informações dão conta de que os vidros do veículo da família Conceição foram quebrados pelos torcedores que aguardavam sua saída no portão localizado ao lado do Museu do Dragão.

Esta é a sexta temporada que Sérgio Conceição está à frente da casamata do Porto. Ídolo do clube português como jogador, Conceição também fez história como treinador. As três conquistas do Campeonato Português, em 2017/2018, 2019/2020 e 2021/22, as duas Taças de Portugal, em 2019/2020 e 2021/2022, e as três edições de Supertaça, nos anos de 2018, 2020 e 2022, o colocam como um dos grandes treinadores da história do clube do Estádio do Dragão.

Sérgio Conceição ainda não se pronunciou sobre o ataque sofrido por sua família, mas o Porto fez questão de publicar uma nota oficial onde repudia os atos de seus torcedores: "O FC Porto repudia totalmente o ataque ao carro da família do treinador Sérgio Conceição, ontem à noite, na saída do Estádio do Dragão. O FC Porto lamenta, ainda, a falta de proteção das autoridades, e apela a que o autor ou autores deste ato selvagem sejam rapidamente identificados e responsabilizados".