Torneio de Stuttgart investiga possíveis insultos racistas a Kyrgios

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Os organizadores do ATP 250 de Stuttgart anunciaram neste domingo a abertura de uma investigação depois que o australiano Nick Kyrgios denunciou ter sido alvo de insultos racistas durante sua derrota na semifinal no sábado para o escocês Andy Murray.

"Expressamos nosso pesar a Nick Kyrgios e a sua equipe pelo ocorrido, e garantimos que não aceitamos um comportamento assim", indicou a organização do torneio.

"O incidente atualmente está sendo investigado e nenhuma expressão discriminatória por parte dos espectadores será aceita", acrescentaram.

Depois da derrota para Murray, Kyrgios publicou uma mensagem em sua conta no Instagram para lamentar o comportamento de parte dos espectadores.

"Quando isso vai parar? Ter que lidar com insultos racistas do público?", escreveu o australiano.

"Entendo que meu comportamento não é o melhor todo o tempo, mas 'sua pequena ovelha negra' e 'cale a boca e jogue' não são comentários aceitáveis", acrescentou.

Durante o jogo, Kyrgios perdeu a cabeça, quebrou a raquete e teve uma discussão quente com um grupo de espectadores.

Tal comportamento levou o juiz de cadeira a puni-lo com a perda de um ponto e depois de um game por conduta antidesportiva no início do segundo set.

O australiano participará a partir de segunda-feira do ATP 500 de Halle, também na Alemanha.

str/bde/jr/fbx/iga/dr/cb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos