Torcedores vão prestar serviços após racismo na Inglaterra

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ataques racistas a Son aconteceram após a derrota dos Spurs por 3 a 1 para o Manchester United em 2021. Foto: Federico Maranesi / MI News/NurPhoto via Getty Images
Ataques racistas a Son aconteceram após a derrota dos Spurs por 3 a 1 para o Manchester United em 2021. Foto: Federico Maranesi / MI News/NurPhoto via Getty Images

Um grupo de 12 homens que abusaram racialmente do jogador sul-coreano do Tottenham, Heung-Min Son, no Twitter receberam "resoluções da comunidade" e tiveram que se desculpar com o atacante.

O abuso ocorreu após a derrota em casa dos Spurs por 3 a 1 para o Manchester United em 11 de abril de 2021. Em maio do ano passado, a Polícia Metropolitana iniciou uma busca na Inglaterra e no País de Gales, detendo 12 homens, com idades entre 20 e 63 anos, sob suspeita de incitar o ódio racial.

Leia também:

Os homens foram indiciados pela polícia e tiveram que escrever cartas de desculpas a Son. Um porta-voz da polícia falou com o canal Sky Sports News na última segunda-feira e explicou sobre o caso.

"Um grupo de 12 homens que foram presos ou entrevistados sob cautela, sob suspeita de usar palavras ou comportamento, ou exibir material escrito com a intenção de incitar o ódio racial, como parte de uma investigação da polícia sobre abuso racista online dirigido a um jogador de futebol de alto nível de Londres, receberam resoluções da comunidade”, contou.

Os ataques aconteceram justamente na melhor temporada do sul-coreano jogando no futebol inglês. Em 2021/2022, Son fez 23 gols em 35 jogos disputados, foi o artilheiro da Premier League e, de quebra, um dos pilares da boa campanha do Tottenham de Conte.

O jogador encerrou sua sétima temporada pelos Spurs. Ele foi contratado pela equipe de Londres em 2015, quando era uma das promessas do futebol alemão, defendendo o Bayer Leverkusen.

Especulações na imprensa inglesa dão conta que Son é um dos nomes que o Liverpool observa para suprir a saída de Sadio Mané, mas a classificação dos Spurs para a Champions League, praticamente acabaram com qualquer chance do sul-coreno desembarcar em Anfield Road.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos