Torcedor do Fluminense acusa são-paulino de imitar macaco no Morumbi

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um torcedor do Fluminense denunciou um caso de racismo vindo de um são-paulino nas arquibancadas do Morumbi na tarde deste domingo (17), quando as equipes empataram em 2 a 2, pela 17º rodada do Campeonato Brasileiro.

Em seu Twitter, um homem com o nome de perfil "Brandão Fluminense" postou um vídeo do torcedor do São Paulo imitando um macaco em uma das arquibancadas do estádio.

"Hoje 17/07/22, fui no Morumbi assistir o jogo com uns amigos e infelizmente fui vítima de racismo pelo um torcedor do São Paulo. Não quero nada com esse vídeo, até porque sei a importância que eu tenho. Mas isso tem que acabar. RACISMO É CRIME E INFELIZMENTE AINDA EXISTE", escreveu.

O São Paulo se pronunciou em nota oficial e se colocou à disposição das autoridades para identificar o agressor. O clube do Morumbi também vai colocar o departamento jurídico para auxiliar a polícia e, caso o torcedor seja sócio, será banido do estádio.

O Fluminense também divulgou um comunicado repudiando o ato e pedindo celeridade na investigação do caso.

Veja na íntegra a nota divulgada pelo São Paulo:

"O São Paulo Futebol Clube lamenta as manifestações de racismo contra um torcedor do Fluminense ocorridas na partida desta tarde no Estádio do Morumbi e as repudia com veemência.

O Tricolor reafirma que é contra todo tipo de discriminação, repudia qualquer forma de ofensa de cunho racial e se coloca à disposição das autoridades para apurar os fatos e ajudar a identificar o agressor.

O São Paulo Futebol Clube é de todos, e no Morumbi não há espaço para racismo. Racistas não são bem-vindos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos