Tite manifesta apoio a Vini Jr após comentários racistas: 'Drible, dance, brilhe'

Vini Jr durante treinamento da Seleção Brasileira em Le Havre, na França (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)


Pouco antes de se apresentar na Seleção Brasileira, o atacante Vini Jr ganhou os holofotes depois de ser alvo de comentários racistas em um programa de televisão na Espanha por conta das comemorações em gols com dancinhas. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o técnico Tite se manifestou em apoio ao jogador e leu uma mensagem que enviou ao grupo de atletas do Brasil.

- Eu demorei para me manifestar publicamente e eu não tenho por hábito fazer essa manifestação. Eu não tenho por hábito e eu só o fiz quando tive o consenso e a anuência de toda a comissão técnica da Seleção. E ela é sempre respeitosa ao adversário. Agora, ela é também de Vini, que você, e não é só o Vini, todos os atletas nós passamos para eles. Vini e todos os atletas, que vocês sigam levando seu talento e sua arte para aqueles que amam o futebol. Drible, dance, brilhe e siga sendo você em sua essência sempre. Essa é a essência. Ela é a alegria, da vibração, da comemoração.

- No jogo contra o Chile no Maracanã eles fizeram a dancinha juntos. E não há desprezo em relação ao adversário. Não há. Quando teve o gol lá contra a Bolívia nos últimos jogos, teve a dança do pombo com eles. Eu sei muito bem distinguir quando é de provocação e quando é um ato bonito de alegria. Que sigam sendo alegres como são - afirmou Tite.

Veja a tabela da Copa do Mundo 2022

O assunto envolvendo Vini Jr começou a crescer depois que o capitão do Atlético de Madrid, Koke, afirmou que "haveria confusão" se o jogador comemorasse com uma dança em um possível gol no clássico. No mesmo dia, no programa Chiringuito, o empresário Pedro Bravo fez comentários racistas para condenar as dancinhas. Durante a partida entre Atleti e Real Madrid, torcedores colchoneros entoaram cânticos e fizeram manifestações racistas contra o brasileiro.