Tenista nega ter ido à Austrália com certificado falso de vacinação

Camila Giorgi negou as acusações de ter usado uma vacina falsa contra a Covid-19

Camila Giorgi falou sobre o tema em entrevista coletiva após avançar para a segunda rodada do Aberto da Austrália. Foto: Robert Prange/Getty Images
Camila Giorgi falou sobre o tema em entrevista coletiva após avançar para a segunda rodada do Aberto da Austrália. Foto: Robert Prange/Getty Images

A italiana Camila Giorgi negou veementemente as acusações de que usou um certificado falso de vacinação para jogar o Aberto da Austrália do ano passado.

Giorgi avançou para a segunda rodada em Melbourne Park ao vencer por 2 sets a 0 (parciais de 6/0 e 6/1) a ex-número 11 do ranking Anastasia Pavlyuchenkova nesta terça-feira (17).

Leia também:

Mas a número 66 do mundo recebeu apenas uma pergunta sobre seu desempenho clínico, com a atenção firmemente focada em uma controvérsia.

A médica italiana Daniela Grillone, que está sendo investigada pelas autoridades por supostamente entregar vacinas falsas contra a Covid-19 a pacientes, afirmou recentemente que Giorgi nunca recebeu a vacina.

Giorgi disputou seu 10º Aberto da Austrália consecutivo no ano passado, quando a comprovação da vacinação contra a Covid-19 era um requisito para entrar no país.

O nove vezes campeão Novak Djokovic foi deportado da Austrália antes do torneio de 2022 depois de se recusar a ser vacinado. Giorgi, porém, acredita ter cumprido todos os requisitos para entrar na Austrália no ano passado.

Foi a primeira vez que a jogador ade 31 anos abordou as acusações desde que a história veio à tona na mídia italiana na semana passada.

"Fiz tudo o que o governo australiano pediu", disse Giorgi a repórteres na terça-feira.

“A médica foi investigada, e ela teve problemas neste ano com a lei algumas vezes. Acabei de fazer todas as minhas vacinas em lugares diferentes. Então o problema é dela. Eu não. Então, com isso, estou muito tranquila”, finalizou.

O pai de Giorgi, Sergio, compareceu à coletiva de imprensa de terça-feira, ficando furioso com a linha de questionamento, sinalizando ao moderador que gostaria que os jornalistas perguntassem sobre a partida e dizendo aos repórteres que 'não gostou de suas perguntas'

Giorgi enfrentará a eslovaca Anna Karolina Schmiedlova na segunda rodada na quinta-feira (19).