Técnico da Holanda, Van Gaal deixa portas abertas para treinar a Bélgica

Van Gaal, técnico da Holanda, em coletiva de imprensa no Catar (Foto: ANP via Getty Images)
Van Gaal, técnico da Holanda, em coletiva de imprensa no Catar (Foto: ANP via Getty Images)

O técnico da Holanda, Louis van Gaal, deixou em aberto a possibilidade de assumir a seleção da Bélgica no futuro. Durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (2), ele foi perguntado se haveria um interesse em assumir a seleção que foi eliminada na fase de grupos da Copa do Mundo, desempenho que fez técnico Robert Martinez renunciar ao cargo.

Meio sério, meio brincalhão, o técnico da Holanda deixou as portas abertas, sem se comprometer com qualquer um dos lados. Ele será substituído por Ronald Koeman após o mundial.

Leia também:

A missão do técnico é tentar chegar ao primeiro título da Holanda. "Acho que a Bélgica é um país muito bonito, com pessoas legais", sorriu Van Gaal, que jogou como jogador no Royal Antwerp (1973-77).

"E há um lugar maravilhoso em Knokke (estância balnear). Já disse que se formos campeões mundiais, as oportunidades vão surgir. Já a Bélgica tem grandes jogadores e deveria ter vencido o último jogo (contra a Croácia, 0-0). Mas o futebol não é só uma questão de técnica ou tática, é preciso também um pouco de sorte", analisou ele.

É fato que a Holanda fez uma boa fase de grupos, com duas vitórias e um empate. A equipe ficou com a liderança do Grupo B, à frente de Senegal, que também se classificou, do Equador e do Catar. Neste sábado (3), a equipe enfrentará os Estados Unidos pelas oitavas de final do torneio.

O lado positivo é que a equipe só sofreu um gol na fase de grupos, enquanto marcou cinco vezes. Gapko vem sendo o destaque do time.