Título brasileiro feminino rende ao Corinthians quase 60% que o clube havia embolsado desde 2018

Título contra o Inter foi o terceiro consecutivo do Corinthians no Brasileirão Feminino (Foto: Reprodução/Insta)


O título brasileiro feminino conquistado na tarde deste sábado (24) rendeu ao Corinthians R$ 1 milhão. A premiação é a maior da história do torneio, que foi conquistado pelas Brabas em 2018 e também no ano passado. Se somarmos as premiações dos campeonatos que antecederam, ele não chega a metade que a equipe corintiana arrecadou em 2022.

+ Manto do Corinthians: veja os modelos finalistas para quarta camisa do Timão em 2023

Em 2018, o time feminino do Corinthians embolsou R$ 180 mil, já na última temporada R$ 290, o que significa R$ 470 mil.

A importância do aumento na bonificação pelo título fica ainda mais evidente quando somamos tudo o que as Brabas arrecadaram desde que o Timão assumiu a gerência da categoria, em 2018, rompendo a parceria com o Osasco Audax.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro Feminino

Contando os campeonatos e vice-campeonatos conquistados no período, a equipe feminina do Corinthians somava algo em torno de 1,7 milhão. Agora, levantando o caneco do Brasileirão neste ano, a quantia subiu para 2,7 milhões. Ou seja, 37% dos prêmios das Brabas desde 2018 advém apenas do título brasileiro vencido neste fim de semana. O valor representa 58% de tudo o que as corintianas haviam angariado com premiações nas últimas quatro temporadas.

Agora, as Brabas registram três títulos paulistas (2019, 2020 2021), três brasileiros (2018, 2021 e 2022), duas Libertadores (2019 e 2021) e a inédita Supercopa do Brasil disputada no início deste ano.

Em 2022, o time feminino do Corinthians ainda pode ganhar mais um Paulista e uma Libertadores, repetindo assim o feito da última temporada, quando venceu tudo o que disputou.