Tênis: brasileiros em alta e bons resultados no início do US Open

Brasileiros estão em alta na temporada do tênis (Foto: Divulgação/AFP)


O Brasil está em alta na temporada do tênis mundial. Com Laura Pigossi, Bia Haddad e Thiago Monteiro, a delegação brasileira consegue resultados expressivos, seja no ranking da ATP/WTA, ou no US Open, último grand slam de 2022.

Logo no início da semana, Laura Pigossi teve uma das grandes notícias da carreira. A tenista de 28 anos chegou ao Top-100 do ranking da WTA e se juntou à Bia Haddad no certame. Elas são as únicas brasileiras que estão no seleto grupo.

+ Serena bate Kovinic em jogo intenso e adia despedida em Nova York

Falando em Bia, ela segue fazendo história para o Brasil. Após se tornar o brasileiro mais bem colocada desde Gustavo Kuerten, em 2001, ela emplacou grande vitória na estreia do US Open. Haddad aplicou uma "bicicleta" (duplo 6-0) para cima de Ana Konjuh.

Na próxima fase, a atual número 15 do mundo enfrenta a canadense Bianca Andreescu. Bia é ampla favorita no confronto e, em caso de vitória, garante vaga na terceira rodada da competição. E ela não está representando o Brasil sozinha.

Thiago Monteiro também venceu na rodada inicial, embora com maior grau de dificuldade. O brasileiro bateu o eslovaco Alex Molcan, atual número 40 do mundo, por 3 sets a 1, em duas horas e quarenta minutos de partida. Foi o primeiro triunfo dele em chave de US Open.

+ Bia Maia destaca disciplina e administração do nervosismo na estreia do US Open

Agora, Thiago enfrentará o russo Karen Khachanov, atual número 67 do mundo. Eles já se enfrentaram em duas oportunidades e ambas terminaram com vitória do adversário. Mesmo assim, o brasileiro tenta a classificação para fazer história na chave masculina.

VEJA OS CONFRONTOS DOS BRASILEIROS

Karen Kachanov x Thiago Monteiro - 31/08 - 18h (de Brasília)
​Bia Haddad x Bianca Andreescu - 31/08 - 22h (de Brasília)