Técnico do PSG, Galtier revela hierarquia nas cobranças de pênaltis

Neymar e Mbappé se envolveram em polêmica no PSG (Foto: FRANCK FIFE / AFP)


O Paris Saint-Germain ficou no empate com o Mônaco neste domingo. O destaque da partida, porém, voltou a ser para Neymar e Mbappé. Isto porque o gol de empate foi de pênalti. Dessa vez, o brasileiro quem foi para a bola e converteu a cobrança. Após a partida, o técnico Christophe Galtier revelou a estratégia da equipe nas penalidades.

+ Ajax e Manchester United entram em acordo e Antony é esperado para assinar contrato

- A hierarquia está bem estabelecida: é Kylian (Mbappé) em um e Neymar em dois. Mas depois, há a realidade da partida e o momento. Vi que eles trocaram e que ‘Ney’ tomou a decisão de cobrar, mas depois de conversar com Kylian. Apreciei a atitude de Kylian por parabenizá-lo e a de ‘Ney’ por ter agradecido. Eles são grandes jogadores e também cabe a eles decidirem o que acontece, com base em como eles se sentem. O mais importante é que Neymar marcou e que Kylian veio parabenizá-lo - declarou o treinador.

Esta foi a primeira vez que o Paris Saint-Germain teve um pênalti para cobrar após toda a polêmica do jogo contra o Montpellier. Sendo assim, Mbappé segue como o batedor oficial, mas não impede de Neymar ter oportunidades nas cobranças.

Após perder os 100% de aproveitamento, o Paris Saint-Germain volta a campo nesta quarta-feira, para enfrentar o Toulouse pela quinta rodada do Campeonato Francês.