Técnico do Fortaleza, Vojvoda recebe homenagem por chegar a 100 jogos

Vojvoda chegou ao Leão do Pici em maio de 2021 (Divulgação)


Na partida do último dia 24 de julho onde o Fortaleza empatou sem gols com o Santos, o técnico Juan Pablo Vojvoda atingiu uma marca expressiva no tricolor ao comandar a equipe pela 100ª oportunidade. Tendo, aliás, um alto aproveitamento no retrospecto (agora de 102 compromissos) com 47 vitórias, 23 empates e 31 reveses.

>Fotos inéditas da nova casa do influencer Luva de Pedreiro

Tamanha é a identificação construída pelo comandante argentino com o clube do Pici que uma homenagem em formato de vídeo fou publicada nas redes sociais do Fortaleza.

- Um comandante que está na nossa história pelas conquistas alcançadas, mas também pelo carinho e compromisso com nossas cores. Um estrangeiro que se envolveu com o nosso clube desde o primeiro minuto, e que vive intensamente a emoção de ser tricolor como cada um de nós. Essa emoção está aí, para todos verem, no trabalho, na beira do campo, no relacionamento com a torcida e na merecida homenagem que esse vídeo, feito em nossa última partida no Castelão, registra: os 100 jogos de Juan Pablo Vojvoda no Fortaleza Esporte Clube - escreveu o Leão na legenda da postagem.

Além de receber uma camisa comemorativa e uma placa, o profissional de 47 anos de idade e detentor de três títulos no tricolor (duas edições do Campeonato Cearense e uma Copa do Nordeste) foi bastante elogiado, pessoal e profissionalmente, pelo presidente Marcelo Paz:

- É muito mais do que 100 jogos. 100 jogos é um símbolo bacana, virão muito mais, mas a história que ele faz aqui, a identificação, faz com que a gente reconheça esse trabalho, essa pessoa. Muitas vezes quem tá de fora só vê o trabalho, só vê o treinador, mas a gente conhece a pessoa, o cidadão, o ser humano, o homem.

Vojvoda agradeceu a iniciativa do Fortaleza e exaltou os pontos que fazem cada vez mais o clube se tornar parte importante da sua história:

- Primeiro, meu agradecimento ao Marcelo (Paz), a toda diretoria, a todos que trabalham no dia a dia do clube, conheço muito cada um deles. É um orgulho também cumprir esse número de 100 jogos, mas não significa só isso. É o que o Marcelo disse: é o dia a dia, são as alegrias, os problemas que temos que resolver. Isso é o que fica na minha memória.

Apesar de ter mais glórias do que infortúnios na passagem pelo Leão do Pici, o treinador argentino sabe exatamente da missão que terá de superar até o fim da temporada: escapar da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Nesse momento, a equipe está em 18° lugar com 18 pontos conquistados e, vindo de vitória contra o Cuiabá, tenta "embalar" na competição ao receber, no próximo domingo (7), o Internacional na Arena Castelão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos