Técnico Ehab Galal é demitido da seleção do Egito após 2 meses no cargo

A Federação Egípcia de Futebol (EFA) anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Ehab Galal do comando da seleção do país, apenas dois meses depois de ser nomeado para substituir o português Carlos Queiroz.

Galal, ex-treinador do Pyramids FC, assumiu o comando da seleção do Egito no dia 12 de abril, após a equipe não conseguir se classificar para a Copa do Mundo de 2022.

Hazem Emam, membro do Conselho de Administração da EFA disse em entrevista coletiva no Cairo que "os resultados negativos do técnico egípcio anteciparam sua saíra" e que um treinador de fora do país será contratado para o seu lugar.

"Os nomes de um certo número de treinadores estrangeiros estão sendo estudados para darmos início às negociações", afirmou Emam.

Sem Salah, lesionado, o Egito foi derrotado por 2 a 0 pela Etiópia na quinta-feira passada pelas eliminatórias para a Copa Africana de Nações (CAN) de 2023.

Os 'Faraós' foram vice-campeões da última CAN, disputada em fevereiro deste ano, sendo derrotados na final por Senegal, que também venceu os egípcios na repescagem por uma vaga na Copa do Mundo do Catar.

bur-ach/hj/jde/dr/cb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos