Técnico da Juventus denuncia ex-esposa por gastar dinheiro destinado ao filho

Treinador da Juve denuncia ex-mulher (Foto: Divulgação / Juventus)


Técnico da Juventus, Massimiliano Allegri denunciou a ex-mulher, Claudia Ughi, por ter destinado parte da verba mensal de 10 mil euros (cerca de R$59 mil) destinada ao sustento da criança para outra finalidade: a acusação é de peculato e violação das obrigações de assistência familiar.

Já em janeiro de 2021, Allegri havia pedido ao Tribunal de Turim a redução do valor a ser pago pelo filho - de 10 e 5 mil euros por mês -,
apontando que ele estava desempregado há dois anos, após a saída da Juventus e, portanto, argumentando que sua situação econômica havia mudado: o recurso, no entanto, foi rejeitado tanto na primeira quanto na segunda instância.

A separação do casal aconteceu em 2017, após treze anos de coabitação: para a criança, nascida em 2011, foi imediatamente instituída a guarda partilhada, com um subsídio de manutenção mensal pago pelo pai. No novo recurso, Allegri alega ter apurado que o primeiro teria desembolsado parte das verbas para outros fins que não as necessidades estritamente relacionadas à criança.

+ Yuri Alberto, James Rodríguez… Listamos 20 astros viáveis que seu time poderia tentar

A mulher, assistida pelo advogado, terá de se deslocar ao Ministério Público no dia 5 de julho. A parte civil de Allegri será representada pelo advogado Pietro Gaetano Nacci Manara. A ex-mulher é acusada de algo como 200 mil euros de gastos indevidos entre 2019 e 2021.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos