Técnico do Barcelona, Xavi defende Vini Jr. após caso de racismo


Após ser vítima de racismo em um programa de televisão na Espanha, o atacante Vini Jr., do Real Madrid, ganhou apoio de muitas pessoas. E um dos que defendeu o brasileiro foi o técnico Xavi Hernández, do Barcelona, grande rival do time merengue.

+ Veja a tabela e os jogos da La Liga

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o comandante blaugrana comentou sobre a repercussão do caso e disse que o camisa 20 tem o direito de comemorar como quiser. Veja no vídeo no topo da nota.

- Cada um comemora como quer, não? É um ato de euforia. Quando marca um gol, é um ato de euforia, cada um faz o que quer. Para mim, sempre foi comemorar com meus companheiros porque vejo futebol como um jogo coletivo, de equipe, e se eu marcava era graças aos meus companheiros. O primeiro que me vinha era abraçar o companheiro mais perto. Por prudência, por timidez... Cada um celebra como quer, mas sem faltar respeito. Só isso, é simples - disse Xavi.

+ Mais novidades reveladas! Confira uniformes vazados ou lançados para a Copa do Mundo

A polêmica começou quando Koke, capitão do Atlético de Madrid, afirmou que Vini "teria problemas" se comemorasse com dança no clássico entre as equipes no próximo domingo. Mais tarde, Pedro Bravo, presidente da Associação de Empresários de Jogadores, disse que o atacante tinha que "deixar de fazer macaquice".

Montagem - Xavi e Vini Jr.
Montagem - Xavi e Vini Jr.

Vini Jr. foi alvo de racismo mais uma vez na carreira (Foto: AFP; AFP)