Suposta vítima de estupro de jogadores do Botafogo-SP faz desabafo: ‘Medo de sair de casa’

João Diogo é um dos acusados de estupro (Foto: João Victor Menezes/Agência Botafogo)


A mulher que denunciou três jogadores do Botafogo-SP por estupro desabafou sobre situações que tem passado desde a denúncia. Em entrevista ao “Universa UOL”, Alcimara Ventura, de 27 anos, disse que vem sendo ameaçada.

+ Dinamarca terá camisas de protesto: Veja os uniformes das seleções lançados para a Copa do Mundo

– Ficam me xingando, falando que o Rio é pequeno, que vão me pegar. Printei tudo e estou indo à delegacia. Agora estou com medo de sair de casa, porque tenho duas filhas pequenas – contou.
AdChoicesPUBLICIDADE
O sofrimento depois de efetuar a denúncia fez com que Alcimara questionasse se tomou a decisão correta.

– Estou meio arrependida. Devia ter voltado para casa e chorado, sozinha. Agora tenho que me manter normal pelas minhas filhas – ela confessou.

+ Empresa que agencia jogador do Botafogo-SP acusado de estupro rompe com o atleta

Alcimara conheceu os três jogadores do Botafogo-SP, Lucas Delgado, João Diogo e Eduardo Hatamoto, em uma boate na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Segundo o relato da mulher, ela teve relações sexuais consensuais com Delgado, mas o jogador argentino não utilizou preservativo, sem seu consentimento. Os outros dois atletas tentaram se relacionar com a vítima contra sua vontade e, ao receberem a recusa, a xingaram e agrediram.

Lucas Delgado, que estava no Botafogo-SP por empréstimo, foi devolvido ao clube de origem. Os outros dois jogadores foram afastados.