Streaming da China compra direitos e passa a transmitir o Brasileirão

Brasileirão é transmitido para vários países do mundo (Foto: LUCAS FIGUEIREDO/CBF)


O streaming chinês K-Ball, subsidiária da China Sports Media, adquiriu os direitos do Brasileirão até o fim da temporada 2023, podendo transmitir jogos a partir da próxima rodada deste ano. O acordo foi assinado pela 1190 Sports, que negocia os direitos internacionais das Séries A e B. A informação é do 'Mkt Esportivo'.

O streaming chinês pode exibir três partidas ao vivo por rodada, com narração e comentários feitos pela equipe da K-Ball. O futebol brasileiro volta a ser exibido em território chinês desde o último acordo, em 2017, com a antiga proprietária dos direiros LeSports.

-> AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! está transmitindo ao vivo e de graça jogos da Bundesliga. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão aqui.

O streaming aposta alto no futebol para atrair novos assinantes para a plataforma. Além do Brasileirão, o K-Ball detém os direitos da -League japonesa, a K-League sul-coreana, a A-League australiana, a Bundesliga 2 (segunda divisão do futebol alemão) e a Major League Soccer (MLS).

Neste ano, a detentora dos direitos de comercialização internacional da competição, fechou contrato para a exibição no Oriente Médio, norte da África e Polônia. Anteriormente, quem já havia garantido as transmissões foi a plataforma One Football.

Para os clubes, a visibilidade deve permitir novas oportunidades de negócios que envolvem reconhecimento internacional, produção de conteúdo diversificado e a possibilidades de marcas de fora se sentirem atraídas em investir no país.