STJD mantém absolvição de Hulk em denúncia de agressão contra jogador do Coritiba

Hulk foi advertido com cartão amarelo em partida contra o Coritiba - (Foto: Pedro Souza / Atlético-MG)


O atacante Hulk, do Atlético-MG, teve a sua absolvição mantida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em novo julgamento por lance de falta na partida contra o Coritiba pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Hulk foi absolvido por unanimidade no processo do STJD. No lance, o atacante do Atlético-MG perdeu a disputa de bola com o volante William Freitas, do Coritiba, e acabou chutando o adversário na jogada, recebendo assim um cartão amarelo. A denúncia foi enquadrada no artigo 254-A do STJD, que fala sobre "desferir chutes ou pontapés".


Hulk já havia sido julgado em maio, onde foi absolvido pela 3ª Comissão Disciplinar do STJD. Agora, o Tribunal Pleno manteve a absolvição, prevalecendo a decisão do árbitro dentro de campo, o cartão amarelo.

Na época da primeira denúncia, o clube mineiro havia repudiado a ação movida no STJD contra o jogador, classificando-a como "inaceitável".

- É inaceitável que a Procuradoria do STJD, que deve primar pela isenção e pela imparcialidade, tenha se prestado ao papel de fazer tal denúncia, oferecida pelo Sr. Rafael Bozzano, claramente motivada por desejo de prejudicar o Clube Atlético Mineiro - diz um trecho da nota oficial divulgada pelo Atlético-MG em seu site na época da primeira denúncia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos