Sport homenageia jornalista inglês e indigenista que foram mortos na Amazônia

Dom Phillips e Bruno Pereira foram assassinados na Amazônia (Foto: Divulgação/Sport)


O Sport Recife prestou homenagem pelas redes sociais ao indigenista Bruno Pereira, torcedor do clube, e ao jornalista britânico Dom Phillips, que foram mortos na Amazônia. A dupla fazia uma expedição que investigava ilegalidades na região do Vale do Javari.

+ Quais clubes ganharam mais com transmissões em 2021? Veja ranking

Ambos estavam desaparecidos e tiveram as mortes confirmada por dois irmãos que confessaram o crime.

- O Sport lamenta o falecimento de Bruno Pereira, pernambucano de criação e torcedor apaixonado do Leão, e seu colega e jornalista britânico Dom Phillips, que estavam desaparecidos na Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas. Nossas condolências aos amigos e familiares - postou o perfil do clube.

- Este desfecho trágico põe um fim à angústia de não saber o paradeiro de Dom e Bruno. Agora podemos levá-los para casa e nos despedir com amor. Hoje, se inicia também nossa jornada em busca por justiça. Espero que as investigações esgotem todas as possibilidades e tragam respostas definitivas, com todos os desdobramentos pertinentes, o mais rapidamente possível - disse Alessandra Sampaio, mulher do jornalista inglês, por meio de nota oficial, nesta quarta-feira.

Em entrevista ao "G1", o superintendente da Policia Federal no Amazonas, Eduardo Alexandre Fontes, contou que os acusados apontaram a localização dos corpos. Eles teriam sido esquartejados e incendiados. A policia identificou no local restos mortais que vão passar por perícia, além de objetos pessoais das vítimas como documentos e notebooks.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos