Souza lembra bronca da torcida ao não voltar para o Vasco e admite: 'Também ficaria'

Souza, atualmente, está com 33 anos e defende o Besiktas, da Turquia (Divulgação)


O retorno de crias de São Januário de sucesso no Vasco ou na Europa costuma ser pauta na torcida cruz-maltina. Philippe Coutinho, Allan, Souza... não. Souza não. O volante revelado na Colina Histórica perdeu parte do carinho e da reciprocidade no desejo de volta. Isso depois de dizer que gostaria de jogar novamente no time de São Januário, tratar lesão no clube, mas não permanecer. Voltou à Arábia Saudita. E após defender o Al-Ahli local, ele rumou para a Turquia, não para o clube que lhe formou.

+ Relembre 40 estrangeiros sem brilho no Brasil

- Em 2019, eu vim me tratar no Vasco. As pessoas acham que não, mas, para nós (jogadores) é sempre sacrificante viver longe da família. Pai, mãe, tia, irmão... A gente fica sentido, abrimos mão de coisas que o dinheiro não paga. Mas temos que pensar no futuro longínquo, não no futuro daqui a dois, três anos. Sempre quis voltar, mas tenho esse medo - afirmou, antes de emendar:

- Quando falei em voltar, realmente era um desejo. Acabei, de 2021 para 2022, o contrato com o Al-Ahli (SAU). Era um contrato fora do comum para mim. Eu falei que voltaria e até o Alex (Teixeira) brigou comigo (risos) porque eu falei deles. Mas eu sou bocudo, eu venho na imprensa e divulgo... ele, Alan (Kardec) e Coutinho também falavam sobre isso - revelou, em entrevista ao podcast Charla.

Hoje com 33 anos, Souza saiu do Vasco em 2010. Em seguida, construiu carreira em Portugal, voltou ao Brasil, atuou na Turquia, passou pela Arábia Saudita e, atualmente, voltou à Turquia. Ao Vasco não.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

- O que aconteceu? Ninguém voltou e eu levei a culpa porque eu que falei (risos). Não consegui cumprir o contrato na Arábia, saí de lá sem receber muito dinheiro e o meu projeto financeiro não se concretizou. Até entrei na Justiça para receber algo e recebi a rescisão por falta de pagamento. Quando não voltei (após o fim do contrato), a galera ficou chateada e eu entendo. Eu também ficaria, como torcedor. Temos que entender os erros, eu falei demais. Os caras têm razão e eu nem discuto nada, esse foi o meu único erro: ter dado data - lamentou Souza.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos