'Sou dependente químico igual aos que estão na Cracolândia', comenta Walter Casagrande

Casagrande deixou a Globo recentemente  (Foto: Reprodução/Instagram)


Comentarista da Globo por 24 anos, Walter Casagrande deixou a emissora nesta semana após 'comum acordo' com a empresa. Após saída da empresa, o ex-jogador conversou com o 'Domingo Espetacular', da Record, e falou sobre a luta contra as drogas durante a carreira como atleta e comentarista.

+ Galvão Bueno relembra bastidores após 7 a 1 e revela atrito com membro daquela Seleção Brasileira

- Sou dependente químico igual aqueles que estão na Cracolândia (área de rua denominada de pessoas com dependência química). Se eu vacilar, se não prestar atenção nos meus comportamentos, eu vou para a rua. A droga para mim é caminho da morte. O dependente químico é mentiroso e muito manipulador, porque ele não pode falar que está usando droga - disse Casagrande.

+ Sérgio Mauricio manda internautas 'para o inferno' e áudio viraliza; ouça

- Tive perto da morte diversas vezes, fiquei internado um ano para me tratar. Ficar isolado, internado, é muito difícil. Batalhei para caramba, fui encontrando meu caminho, minha estrada, entendendo psciologia e comportamento humano. Eu tenho minha história para contar, para tocar as pessoas. Que elas pensem, se ele conseguiu, eu também posso - completou.

+ Árbitro da elite brasileira assume ser homossexual: 'Passei a vida sacrificando o que sou'

Casagrande é dependente químico desde os 14 anos, e chegou a sofrer um grave acidente de carro em 2007 em São Paulo por conta do uso de drogas. O ex-jogador, que passou por São Paulo, Corinthians e Flamengo, revelou ter conseguido dar a volta por cima com ajuda da família e amigos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos