Sob olhares de Lisca e Textor, Santos vence o Botafogo pelo Brasileirão e alivia pressão

Jogadores do Santos comemoram o gol (Divulgação / Twitter Santos)


Sob olhares de Lisca e John Textor, melhor para o Peixe. O Santos foi pressionado, mas soube aproveitar as falhas do Botafogo e derrotou o rival por 2 a 0 na noite desta quarta-feira na Vila Belmiro, em jogo válido pela 18ª rodada do Brasileirão. Léo Baptistão e Marcos Leonardo fizeram os gols.

+ Botafogo avança em renovação de Matheus Nascimento após reunião

O Santos alivia um pouco da pressão com o resultado. O Alvinegro Praiano chega a 25 pontos com a vitória e sobe para a 9ª posição na classificação do Brasileirão. O Botafogo, com 21, segue em 12º e está a três pontos do Z4.

Os próximos compromissos das equipes serão no fim de semana. No sábado, o Botafogo enfrenta o Athletico Paranaense às 19h, no Estádio Nilton Santos. No domingo, o Santos vai ao Castelão para enfrentar o Fortaleza às 19h.

PRESSÃO GLORIOSA
O Botafogo não se intimidou pelo ambiente da Vila Belmiro e começou o jogo pressionando. Lucas Fernandes colocou uma bola na trave com um belo chute de fora da área logo no início do jogo. O Alvinegro teve outra chance clara após roubada de bola no campo ofensivo, mas Matheus Nascimento desperdiçou na cara de João Paulo.

QUEM NÃO FAZ...
​O Santos, ao contrário do rival, aproveitou praticamente a única chance de perigo que teve. Após cobrança de falta, a defesa do Botafogo não conseguiu afastar e Léo Baptistão mostrou oportunismo para marcar.

O Alvinegro Carioca seguiu pressionando mesmo atrás do placar, mas foi para o intervalo em desvantagem.

O CENÁRIO SE REPETE
​O Botafogo voltou com a mesma postura para o segundo tempo: foi para cima, sem medo de atacar e pressionou a defesa do Santos. O time criou as melhores chances e obrigou o goleiro João Paulo a fazer, no mínimo, três defesas.

Mas a máxima do futebol se fez presente novamente: quem não faz leva. Em contra-ataque, Kanu foi enganado pelo quique da bola, Marcos Leonardo roubou, correu pelo campo inteiro e, cara a cara com Gatito, não desperdiçou.

JOÃO PAULO APARECE
Luís Castro foi para o tudo ou nada e, após o segundo gol, tirou um volante e colocou Erison. A pressão do Botafogo aumentou mas o ímpeto do Alvinegro Carioca parou em João Paulo, goleiro do Santos. O arqueiro do Peixe fez duas grandes defesas, uma em chute de Gustavo Sauer e outra em tentativa do 'El Toro'.

Apesar de pressionado, o Santos soube se segurar e aliviou a pressão. Sob os olhares de Lisca, novo treinador da equipe, o Peixe afastou a má fase.

FICHA TÉCNICA

SANTOS X BOTAFOGO
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data e horário: 20/07/2022, às 21h30
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Auxiliares: Bruno Boschilia (FIFA - PR) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Daniel Nobre Bins
Gramado: Regular
Público e renda: 8.453 presentes / R$ 287.845,00
Cartões amarelos: Vinícius Zanocelo e Rodrigo Fernández (SAN); Fernando Marçal e Saravia (BOT)
Cartões vermelhos: -

Gols: Léo Baptistão (1-0, 33'/1ºT); Marcos Leonardo (2-0, 31'/2ºT)

SANTOS: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Eduardo Bauermann, Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández, Vinícius Zanocelo (Camacho 33'/2ºT), Bruno Oliveira (Carlos Sánchez 15'/2ºT); Léo Baptistão (Wesley Patati 24'/2ºT), Marcos Leonardo, Ângelo (Lucas Barbosa 24'/2ºT). Técnico: Marcelo Fernandes.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Saravia, Philipe Sampaio, Kanu, Fernando Marçal; Luís Oyama (Carlos Eduardo 14'/2ºT), Tchê Tchê; Vinícius Lopes (Lucas Piazon/Intervalo), Lucas Fernandes (Erison 33'/2ºT), Jeffinho (Gustavo Sauer 37'/2ºT); Matheus Nascimento. Técnico: Luís Castro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos