Skate: CBSK ameaça processar podcast que fez comentários capacitistas sobre atletas


A Confederação Brasileira de Skate, ao lado da Associação Brasileira de Paraskate, publicou uma nota oficial nas redes sociais lamentando os comentários capacitistas sofridos por Daniel Amorim, conhecido como Amorinha. Os comentários foram realizados no podcast Ticaraticast.

+ Confira: Recife ganha pista de Skate de nível internacional

Com a participação dos humoristas Márvio Lúcio Carioca, Victor Sarro, Renato Albani e Marcos Chiesa - conhecido como Bola -, o podcast realizou diversos comentários pejorativos associados à skatistas PCD's.

A Confederação Brasileira de Skate lamentou o caso e afirmou que, caso os participantes e o podcast não se retratem publicamente, a instituição irá processá-los.

- O paraskate tem função chave na inclusão social de pessoas com deficiência. A Confederação Brasileira de Skate e a Associação Brasileira de Paraskate estão comprometidas com essa luta e não podem aceitar que atletas sejam desrespeitados publicamente. - afirmaram a CBSK e a Associação Brasileira de Paraskate.

- A pretensão do humor e da liberdade de expressão não pode jamais ser usada para gerar mais sofrimento a pessoas que diariamente lutam contra o preconceito. - completaram.

Confira a nota oficial da CBSK:


O paraskatista Amorinha foi o grande alvo dos comentários preconceituosos. Após saber do ocorrido, o atleta, que é biamputado, se pronunciou nas suas redes sociais. Além de lamentar os comentários, ele pediu para as pessoas não xingarem os membros do podcast nas suas respectivas redes sociais.

- Não sou a favor de propagar o mal e peço a todos que não propaguem nenhuma mensagem contra a pessoa deles. - destacou.

O paraskatista também explicou que não aceitou o pedido de participação no podcast para os participantes pedirem desculpas, mas fez um convite importante.

- Me convidaram para me pedirem desculpas no Podcast, mas ao invés de visitar vocês, eu gostaria que me visitassem na pista de skate para o pedido de desculpas, não somente a mim, mas a todos PCDs e a comunidade do skate. - comentou Amorinha.

Skatistas renomadas apoiam Amorinha

As skatistas com currículo olímpico Pâmela Rosa e Rayssa Leal se posicionaram nas redes sociais e declararam solidariedade ao skatista Amorinha e à toda a comunidade paraskatista.

As duas atletas postaram em seus stories uma imagem que classifica capacitismo como crime.

rayssa leal storie
rayssa leal storie

A Fadinha apoiou Daniel Amorim em seu Instagram (Reprodução)